2018-06-19

O robô da porta ao lado - as surreais foto-manipulações digitais de Niko Photographisme

Niko Photographisme é um fotógrafo e foto-manipulador digital francês. Apesar de usar de foto-manipulação digital (photoshop), Niko Photographisme o faz apenas para juntar/sobrepor as várias fotografias que tira. E a sua série de maior destaque é a "The Robot Next Door", ou "O Robô da porta ao lado", numa tradução livre. Nesta série, o artista cria imagens em que homens e mulheres aparecem como seres cibernéticos, com partes robóticas.

Inspirado no mundo contemporâneo, em que vivemos muito da aparência, representando papéis e personagens tanto na vida real quanto no mundo digital, Niko Photographisme busca, nesta série, nos alertar que aparências são muitas vezes falsas ou ilusórias. Através da metáfora humano-máquina de um futuro talvez não tão distante, o artista nos traz pessoas em situações cotidianas, mas com um surreal toque robótico.

Vejam o robô da porta ao lado - as surreais foto-manipulações digitais de Niko Photographisme:

Niko Photographisme arte fotografia photoshop foto-manipulação the robots next door robôs cibernéticos surreal

Niko Photographisme arte fotografia photoshop foto-manipulação the robots next door robôs cibernéticos surreal

Niko Photographisme arte fotografia photoshop foto-manipulação the robots next door robôs cibernéticos surreal

Niko Photographisme arte fotografia photoshop foto-manipulação the robots next door robôs cibernéticos surreal

Niko Photographisme arte fotografia photoshop foto-manipulação the robots next door robôs cibernéticos surreal

Niko Photographisme arte fotografia photoshop foto-manipulação the robots next door robôs cibernéticos surreal

Niko Photographisme arte fotografia photoshop foto-manipulação the robots next door robôs cibernéticos surreal

Niko Photographisme arte fotografia photoshop foto-manipulação the robots next door robôs cibernéticos surreal

Niko Photographisme arte fotografia photoshop foto-manipulação the robots next door robôs cibernéticos surreal

Niko Photographisme arte fotografia photoshop foto-manipulação the robots next door robôs cibernéticos surreal

Niko Photographisme arte fotografia photoshop foto-manipulação the robots next door robôs cibernéticos surreal

Niko Photographisme arte fotografia photoshop foto-manipulação the robots next door robôs cibernéticos surreal

Niko Photographisme arte fotografia photoshop foto-manipulação the robots next door robôs cibernéticos surreal

Niko Photographisme arte fotografia photoshop foto-manipulação the robots next door robôs cibernéticos surreal

Niko Photographisme arte fotografia photoshop foto-manipulação the robots next door robôs cibernéticos surreal

Niko Photographisme arte fotografia photoshop foto-manipulação the robots next door robôs cibernéticos surreal

Niko Photographisme arte fotografia photoshop foto-manipulação the robots next door robôs cibernéticos surreal

Niko Photographisme arte fotografia photoshop foto-manipulação the robots next door robôs cibernéticos surreal

Niko Photographisme arte fotografia photoshop foto-manipulação the robots next door robôs cibernéticos surreal

Niko Photographisme arte fotografia photoshop foto-manipulação the robots next door robôs cibernéticos surreal

Niko Photographisme arte fotografia photoshop foto-manipulação the robots next door robôs cibernéticos surreal

Niko Photographisme arte fotografia photoshop foto-manipulação the robots next door robôs cibernéticos surreal

Niko Photographisme arte fotografia photoshop foto-manipulação the robots next door robôs cibernéticos surreal

Niko Photographisme arte fotografia photoshop foto-manipulação the robots next door robôs cibernéticos surreal

Imagens via perfil de Niko Photographisme no Behance. Dica via Hi-Fructose - Niko Photographisme’s 'The Robot Next Door' Series.

Não recuse uma oferta de emprego só porque a empresa não tem programa de bônus - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 19/06/2018, com uma ouvinte que trabalha em uma empresa que lhe pagou um bônus e está concorrendo a um emprego em outra.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

Não recuse uma oferta de emprego só porque a empresa não tem programa de bônus

contrato proposta de emprego

Uma ouvinte escreve: "Trabalho em uma empresa e estou participando de um processo em outra. Antes da primeira entrevista, me foi solicitado preencher uma folha com alguns dados que eu não havia inserido em meu currículo. E um deles era o meu salário mensal.

Como somente havia um espaço para o valor, fiquei em dúvida, porque, em minha empresa atual, existe um sistema de bônus, e no ano passado recebi o equivalente a um salário e meio. Não coloquei essa quantia adicional na folha, fiz a entrevista, fui bem e agora devo ir para a rodada final do processo. Mas continuo sem saber em que momento devo mencionar o bônus."


Bom, você pode fazer isso ou ao final da próxima entrevista, ou no momento em que lhe for feita uma proposta formal de emprego.

Você fez o certo ao preencher a folha sem o bônus, porque o salário é uma quantia incontestável, enquanto o bônus é uma possibilidade, e não uma garantia. Além disso, o montante dele a cada ano pode variar, de nada a alguma coisa.

Mas vamos dizer que você receba uma proposta um pouco melhor que o seu salário atual, mas a companhia que deseja lhe contratar não possui um programa de bônus. É pena, mas não é motivo suficiente para você rejeitar a proposta.

Se a função e as oportunidades de progresso profissional forem atrativas, ao aceitar você não estaria reduzindo a sua remuneração atual, estaria apenas abrindo mão de uma hipótese em benefício de valores concretos.

Max Gehringer, para CBN.

2018-06-18

As ilustrações de fantasia e terror com um ar vintage de Daniel Zrom

Daniel Zrom é um artista da Espanha especializado em ilustrações e artes com temas de fantasia. Seu traço lembra muito o estilo antigo de ilustrações e pinturas tradicionais de fantasia medieval, conferindo às suas obras, um ar vintage.

Apesar dos temas principais de Daniel Zrom serem de fantasia medieval, com muitos orcs, anões e feiticeiros, o artista também explora eventualmente temas de terror, retratando figuras dos mitos de Cthulhu de H.P. Lovecraft, como uma cria de Cthulhu ou Nyarlathotep.

Vejam as ilustrações de fantasia e terror com um ar vintage de Daniel Zrom:

Daniel Zrom artstation arte ilustrações fantasia terror vintage

Daniel Zrom artstation arte ilustrações fantasia terror vintage

Daniel Zrom artstation arte ilustrações fantasia terror vintage

Daniel Zrom artstation arte ilustrações fantasia terror vintage

Daniel Zrom artstation arte ilustrações fantasia terror vintage

Daniel Zrom artstation arte ilustrações fantasia terror vintage

Daniel Zrom artstation arte ilustrações fantasia terror vintage

Daniel Zrom artstation arte ilustrações fantasia terror vintage

Daniel Zrom artstation arte ilustrações fantasia terror vintage

Daniel Zrom artstation arte ilustrações fantasia terror vintage

Daniel Zrom artstation arte ilustrações fantasia terror vintage

Daniel Zrom artstation arte ilustrações fantasia terror vintage

Daniel Zrom artstation arte ilustrações fantasia terror vintage

Daniel Zrom artstation arte ilustrações fantasia terror vintage

Daniel Zrom artstation arte ilustrações fantasia terror vintage

Daniel Zrom artstation arte ilustrações fantasia terror vintage

Daniel Zrom artstation arte ilustrações fantasia terror vintage

Daniel Zrom artstation arte ilustrações fantasia terror vintage

Daniel Zrom artstation arte ilustrações fantasia terror vintage

Daniel Zrom artstation arte ilustrações fantasia terror vintage

Imagens via perfil de Daniel Zrom no ArtStation. Dica via Morbid Fantasy - Cthulhu Spawn by Daniel Zrom.

Vigiar colega que parece ocioso não é tarefa de subordinados - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 18/06/2018, com uma ouvinte que se sente incomodada por ter um colega de trabalho que parece ocioso.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

Vigiar colega que parece ocioso não é tarefa de subordinados

colega de trabalho preguiçoso

Uma ouvinte escreve: "Temos um colega, aqui na empresa, que é um especialista em fazer de conta que está trabalhando. Sabemos que ele fica fazendo coisas particulares durante o expediente e nos sentimos incomodados com essa situação. Seria conveniente que um de nós fosse alertar o nosso chefe, a respeito desse comportamento anti-profissional?"

Bom, chefes, como você sabe, são pagos para zelar pela eficiência de seus subordinados e tomar providências quando um deles destoa do resto do grupo.

Pelo que você escreveu, estou assumindo que vocês têm certeza de que seu chefe, ou não está vendo o que está ocorrendo na seção, ou está vendo, mas finge que não vê. E eu lhe diria que ambas as coisas são pouco prováveis.

Se cada um de vocês têm tarefas a executar, é possível que o colega que parece ocioso, seja na verdade, produtivo. E isso é o que interessa ao chefe.

E mesmo que vocês tenham razão, ir falar com o chefe sobre algo que é de inteira responsabilidade dele, seria o mesmo que acusá-lo de ser um chefe fraco e inoperante. Se ele não for, ficará irritado. E se for, não irá tomar nenhuma providência.

Portanto minha sugestão é deixar que o chefe seja avaliado pelo superior dele. Quanto ao colega, cuja atitude incomoda a vocês, só posso recomendar que vocês parem de prestar atenção nele. Porque montar uma vigilância em grupo, paralela à do chefe, é algo que nunca constou na lista de atribuições de subordinados.

Max Gehringer, para CBN.

2018-06-15

Fantasia e ficção científica nas sombrias ilustrações de Jens Kuczwara

Jens Kuczwara é um artista da Áustria que trabalha como ilustrador e artista conceitual. Jens Kuczwara desenvolve ilustrações com temas de fantasia e ficção científica, geralmente com tons sombrios, explorando diversos aspectos e temas, indo desde clássicos da fantasia medieval, com dragões e guerreiros, a mash-ups de fantasia medieval com Star Wars, passando ainda por combatentes futuristas e criaturas monstruosas.

Vejam a fantasia e ficção científica nas sombrias ilustrações de Jens Kuczwara:

Jens Kuczwara arte artstation ilustrações fantasia ficção científica sombria games

Jens Kuczwara arte artstation ilustrações fantasia ficção científica sombria games

Jens Kuczwara arte artstation ilustrações fantasia ficção científica sombria games

Jens Kuczwara arte artstation ilustrações fantasia ficção científica sombria games

Jens Kuczwara arte artstation ilustrações fantasia ficção científica sombria games

Jens Kuczwara arte artstation ilustrações fantasia ficção científica sombria games

Jens Kuczwara arte artstation ilustrações fantasia ficção científica sombria games

Jens Kuczwara arte artstation ilustrações fantasia ficção científica sombria games

Jens Kuczwara arte artstation ilustrações fantasia ficção científica sombria games

Jens Kuczwara arte artstation ilustrações fantasia ficção científica sombria games

Jens Kuczwara arte artstation ilustrações fantasia ficção científica sombria games

Jens Kuczwara arte artstation ilustrações fantasia ficção científica sombria games

Jens Kuczwara arte artstation ilustrações fantasia ficção científica sombria games

Jens Kuczwara arte artstation ilustrações fantasia ficção científica sombria games

Jens Kuczwara arte artstation ilustrações fantasia ficção científica sombria games

Jens Kuczwara arte artstation ilustrações fantasia ficção científica sombria games

Jens Kuczwara arte artstation ilustrações fantasia ficção científica sombria games

Jens Kuczwara arte artstation ilustrações fantasia ficção científica sombria games

Jens Kuczwara arte artstation ilustrações fantasia ficção científica sombria games

Jens Kuczwara arte artstation ilustrações fantasia ficção científica sombria games

Jens Kuczwara arte artstation ilustrações fantasia ficção científica sombria games

Jens Kuczwara arte artstation ilustrações fantasia ficção científica sombria games

Imagens via perfil de Jens Kuczwara no ArtStation. Dica via Morbid Fantasy - Examination by Jens Kuczwara.

Blog Widget by LinkWithin