2017-03-09

'Meu subordinado tomou uma decisão desastrosa sem meu consentimento' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 09/03/2017, com um ouvinte cujo subordinado tomou uma decisão desastrosa sem seu consentimento.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

'Meu subordinado tomou uma decisão desastrosa sem meu consentimento'

subordinados

Escreve um ouvinte: "Sou gerente de operações de uma empresa. Um encarregado de setor, meu subordinado, tomou por conta própria, sem meu conhecimento ou consentimento, uma decisão desastrosa que resultou em razoável prejuízo. Pergunto se devo me sentir culpado por isso e como evitar que aconteça novamente sem ter que me tornar um ditador?"

Mesmo que você não se sinta culpado, terá que assumir a culpa. Porque, queira ou não, você irá responder a seus superiores pelo ato de seu subordinado.

Ao fazer isso, você precisará apresentar um plano concreto para evitar que a falha venha a se repetir com outros subordinados seus, já que, aparentemente, eles não estão claramente informados sobre os limites das responsabilidades deles.

Esse plano deverá levar em conta duas coisas. Primeiro: o impacto financeiro que uma má decisão poderá causar. Quanto maior o impacto, menor o poder de decisão de um subordinado.

E segundo: a natureza da situação. Se for algo que nunca aconteceu antes, você deve sempre ser consultado, para que a sua diretriz se transforme em exemplo para casos futuros.

Com esse plano nas mãos, fale primeiro com o encarregado que pisou na bola. E depois com todos juntos, mas sem mencionar publicamente a falha cometida.

Erros acontecem. E você tem razão: baixar uma proibição geral pelo erro de um somente iria prejudicar aos que estão sabendo decidir com bom senso.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin