'Escolhi pedagogia porque penso que a educação pode transformar vidas' - by Max Gehringer

2011-02-01 1:34 PM by Andarilho

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 01/02/2011, sobre a área de Pedagogia.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Escolhi pedagogia porque penso que a educação pode transformar vidas'

professora chico bento
Legal, fevereiro. Eu gosto de fevereiro porque o fim do mês chega mais cedo. E por isso, vou hoje responder a dúvida de uma jovem ouvinte que escreveu o seguinte: “Tenho 21 anos e esse ano vou começar a estudar Pedagogia. Escolhi essa área porque acredito que a educação é a única coisa que pode transformar a vida de uma pessoa, e abrir portas para melhores condições de vida. O que você acha dessa área?”

Antes de responder o que eu acho, permita-me cumprimentá-la pelo motivo que levou você a optar por Pedagogia. Você pensou no próximo. Pensou em proporcionar meios para que muitas crianças e jovens estejam bem preparados para a sociedade e para a vida profissional. Isso é gratificante. Imagino que a recompensa financeira não seja a sua principal prioridade, e isso é ainda mais louvável.

Porém, quando você me pergunta o que eu acho da área, a situação muda um pouco. Você pode vir a ser uma educadora pública, e para isso, teria que ser aprovada em um concurso. Ou pode ser uma educadora que dá aulas em escolas particulares, e nesse caso, você precisaria conhecer outros educadores já estabelecidos que pudessem recomendar você no início da sua carreira.

Em ambos os casos, você pode conversar com educadores e entender o que eles fazem, quanto tempo dedicam diariamente ao ensino e quanto eles recebem. Eu já disse em um comentário, e reafirmo, que os educadores constituem a categoria mais mal paga do Brasil, em relação à importância do trabalho que eles executam.

Supondo que você, neste momento, não considere que a remuneração seja importante, eu ainda lhe sugiro que você se informe sobre ela. Porque dela irá depender o seu padrão de vida. E dele dependerá a sua tranquilidade para poder ensinar.

Conheço muitas pessoas que já fizeram essas contas, e ficaram cientes de que poderiam ganhar mais se escolhessem outro curso e fossem trabalhar em uma empresa. Mas mesmo assim, elas decidiram seguir a carreira do ensino. Se esse for o seu caminho, eu novamente lhe parabenizo e sei que muitos jovens, alguns que ainda nem nasceram, farão o mesmo no futuro.

Max Gehringer, para CBN.

1 comentários:

  1. O Divã Dellas said...

    Sem dúvidas é um linda profissão e extremamente mal remunerada. Quem segue essa carreira, certamente é por amor a arte de ensinar, quem se prende a salários, não entra nessa mesmo.

    Beijos, Andarilho!

    Verônica

Blog Widget by LinkWithin