2018-02-14

Acionar um subordinado durante o período de folga é sempre um problema - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 14/02/2018, com um ouvinte que é chefe e fez seu subordinado trabalhar um pouco no domingo.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

Acionar um subordinado durante o período de folga é sempre um problema

subordinado irritado

Um ouvinte escreve: "Sou coordenador de um setor e tenho sempre me preocupado em ser um chefe justo. Só que aconteceu algo que me incomodou muito. Devido a um acúmulo imprevisível de serviço, tive que ligar para um subordinado em um domingo, para pedir a ele informações necessárias a um trabalho, que eu estava precisando concluir com urgência.

Ele me atendeu e me passou todos os dados que eu necessitava, mas nos dias seguintes, se mostrou muito irritado durante o expediente normal, chegando a comentar com os colegas que eu o havia obrigado a trabalhar num domingo. Pergunto se agi tão mal assim?"


Mais ou menos. Não por ter ligado, se a ligação era mesmo inevitável, mas pelo que aconteceu depois.

Pela sua descrição da situação, você assumiu que não haveria problema em fazer um subordinado trabalhar por um tempinho em um domingo, mas é claro que há.

Além disso, você provavelmente não previu que ele poderia ficar injuriado e não se antecipou para evitar que isso acontecesse. E o que você poderia ter feito?

Já na manhã seguinte, a segunda-feira, você poderia ter chamado seu subordinado, explicado a ele que só havia ligado porque era uma situação de emergência, que dificilmente iria se repetir, agradecer por ele ter sido prestativo e comunicar que você estava pagando hora extra em dobro, pelo tempo que ele lhe dedicou no domingo.

Acredito que ele ficaria, se não feliz, pelo menos satisfeito, em ver que não havia trabalhado de graça em um dia de descanso.

Max Gehringer, para CBN.


Nenhum comentário:

Blog Widget by LinkWithin