2018-02-13

Evite falar sobre todos os cursos que fez numa entrevista de emprego - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 13/02/2018, com um ouvinte que tem muitos cursos, mas foi preterido em uma entrevista de emprego, com a desculpa de que seu currículo estava muito acima da função.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

Evite falar sobre todos os cursos que fez numa entrevista de emprego

entrevista de emprego

Um ouvinte escreve: "Planejei minha carreira para, um dia, poder chegar a um bom cargo em uma empresa de porte. Ao longo de 10 anos, além de fazer bem o meu trabalho, investi em cursos, pós-graduação e mestrado, além de criar uma sólida rede de networking. Faz um mês, a oportunidade que eu tanto aguardava, finalmente apareceu.

Fui indicado por um ex-chefe, para uma vaga que preenchia todos os meus interesses, e fiz a entrevista. Mas, ao final do processo, não fui contratado porque, segundo o recrutador, eu tinha mais experiência e mais currículo do que a vaga demandava. E agora? Devo ocultar parte das minhas qualificações para poder conseguir meus objetivos profissionais?"


Não, de jeito nenhum. Mas currículo é como riqueza: é bom ter, mas não é bom ficar falando que tem.

Talvez, durante a entrevista, você tenha enfatizado os cursos que fez, o que não é necessário. Quem o entrevistou já tinha lido o seu currículo e sabia qual era a sua formação.

O interesse estava mais em entender como você poderia ser o melhor executor da tarefa que lhe seria dada, e certamente um outro candidato fez isso melhor que você.

Se posso lhe oferecer uma sugestão, coloque em seu currículo apenas a sua formação superior, e liste os demais cursos no final, em um bloco de "Outros cursos".

Estou dizendo tudo isso porque, quando um recrutador diz que o currículo está muito acima da função, geralmente é porque o candidato enfatizou, na entrevista, mais o currículo acadêmico do que as suas habilidades profissionais.

Você conseguirá a vaga que pretende, porque tem estudo e experiência. É só uma questão de você acertar o seu discurso.

Max Gehringer, para CBN.


Nenhum comentário:

Blog Widget by LinkWithin