2018-02-27

Como negociar um benefício não formal na empresa? - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 27/02/2018, com três pontos para se ter em mente quando for negociar um benefício não formal com o chefe na empresa.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

Como negociar um benefício não formal na empresa?

negociação com chefe

Uma ouvinte escreve: "Um colega de trabalho estuda à noite, em uma faculdade distante do local da empresa. E por isso, recebeu permissão para sair meia hora antes dos demais. Eu não estou estudando no momento, mas também tenho motivos para sair mais cedo. Posso alegar isso a meu superior, já que, se ele abriu exceção para um funcionário, poderia também abrir para outros?"

Vamos lá. Pelo que você descreve, a direção da sua empresa permite que os gestores tomem decisões que não constam em manuais de procedimentos, o que foi o caso do seu colega. Ele alegou um motivo bastante plausível para receber um benefício não formal.

Certamente você também pode solicitar um tratamento excepcional. Mas antes de conversar com o seu superior, tenha em mente os seguintes pontos:

Primeiro: a empresa não é legalmente obrigada a estender para todos os empregados de mesmo nível, uma medida extraordinária que não conste na lista de obrigações contratuais.

Segundo: quando um funcionário é favorecido em situações assim, geralmente ele já demonstrou mais que o suficiente no trabalho, para receber o favorecimento.

E terceiro: seu argumento deve levar em conta uma situação clara e necessária. "Já que pode, eu também quero" não se enquadra nesse quesito.

Se você realmente tem um motivo forte e irrefutável, converse com o seu superior e ele certamente lhe dará ouvidos, como deu a seu colega, desde que você venha tendo um desempenho que justifique o privilégio.

Max Gehringer, para CBN.


Nenhum comentário:

Blog Widget by LinkWithin