2013-11-04

'Para qual cidade devo me mudar após promoção: São Paulo ou Recife?' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 04/11/2013, com um ouvinte que deve precisar mudar de cidade por causa de uma promoção e está indeciso para qual cidade ir.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Para qual cidade devo me mudar após promoção: São Paulo ou Recife?'

são paulo vs recife

Um ouvinte escreve: "Trabalho no setor bancário e duas oportunidades de transferência me foram oferecidas. Pensando na carreira, preciso aceitar uma delas, porque tenho 32 anos e essa seria a minha primeira promoção a um cargo de gestão. Minha dúvida é: eu moro em Porto Alegre e as opções são Recife e São Paulo. Na primeira, eu acredito que teria melhor qualidade de vida. Na segunda, estaria mais perto do poder, porque é lá que fica todo mundo que decide. Eu sou casado e tenho duas filhas pequenas. Minha mulher prefere Recife, mas diz que a decisão é minha. O que você faria?"

Eu ouviria a minha mulher. É dela, que ficará cuidando das crianças, que dependerá o equilíbrio familiar. Quem é transferido para outra cidade, sai de casa cedo para trabalhar, tem com que se ocupar o dia inteiro e volta para casa a noite. A mulher, a quem competirá fazer todo o resto, precisará estar satisfeita com o lugar em que vive, com a escola das crianças, com as possibilidades de lazer, com cursos que ela possa frequentar, com a segurança e com a mobilidade urbana.

Não estou comparando São Paulo com Recife em nenhum desses quesitos. Estou apenas dizendo que a sua mulher já comparou e manifestou uma preferência. Se você aceitar a opinião dela, acredite: a adatapção familiar será mais fácil. E eu lhe diria exatamente a mesma coisa se a sua mulher tivesse escolhido São Paulo e não Recife.

Quanto a estar perto do poder, eu lhe diria que é relativo neste caso. Você trabalha em uma instituição em que os resultados são acompanhados a cada segundo e as cobranças são feitas a cada minuto. Se você for bom, será notado, não importa onde estiver.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin