2015-09-25

'Emprestei dinheiro ao meu chefe e ele ainda não me devolveu' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 25/09/2015, com uma ouvinte que emprestou dinheiro ao chefe e ele ainda não devolveu.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Emprestei dinheiro ao meu chefe e ele ainda não me devolveu'

emprestando dinheiro

Uma ouvinte escreve: "Estou vivendo uma situação muito delicada. Faz um mês, meu chefe me falou que estava com um problema com o cartão de crédito dele e me pediu um dinheiro emprestado. Emprestei porque ele me afirmou que devolveria em três dias. Só que já se passaram trinta dias e até agora ele nem devolveu e nem voltou a falar sobre o assunto. O que faço? Sinto-me meio envergonhada em ter que cobrá-lo, afinal, ele é meu chefe."

Bom, para começar, chefes que se prezam não pedem dinheiro emprestado a subordinados. Você pode abordar o seu chefe usando o mesmo argumento que ele usou com você. Diga a ele que surgiu um problema sério e urgente, de doença na família ou algo assim, e que você precisa que ele restitua o dinheiro emprestado, para você não precisar recorrer a um empréstimo bancário com os juros nas nuvens, como estão.

Bom, e se ele responder que não tem como pagar agora, que sente muito e coisa e tal? Isso significa que ele está enrolando e merece a sua consideração. Você pode relatar o fato ao setor de recursos humanos da empresa, mas a questão é que a maioria das empresas prefere não se envolver em situações desse tipo, que são pessoais.

Se a sua empresa se envolver, ótimo. Caso contrário, eu lhe sugiro que você consiga um papel assinado por seu chefe confessando a dívida assumida. Com esse papel, pelo menos você terá como conseguir a restituição por vias legais.

Desnecessário é dizer, mas vou dizê-lo, que no trabalho não se empresta dinheiro a ninguém, seja quem for, sem uma garantia.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin