2016-03-28

'Como retomar a carreira após ficar 18 anos parada?' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 28/03/2016, com uma ouvinte que ficou 18 anos afastada do mercado de trabalho para cuidar dos filhos e agora pretende retomar a carreira.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Como retomar a carreira após ficar 18 anos parada?'

mulher retornando carreira trabalho

Uma ouvinte escreve: "Tenho 46 anos, sou bem formada academicamente, com pós-graduação, e trabalhei em duas grandes empresas. Faz 18 anos, decidi me afastar do mercado para cuidar de meus filhos e nunca me arrependi. Só que eles cresceram e hoje me vejo sem nenhuma atividade que me dê satisfação profissional. Gostaria de poder retomar a minha carreira em uma empresa da iniciativa privada, mas sei que esse meu longo período de afastamento será um entrave. Pergunto: qual seria a melhor direção a seguir para não perder mais tempo e me frustrar? Ou será que já passei da hora e devo esquecer?"

Não, claro que não passou. Existem duas possibilidades. A primeira é voltar a uma empresa, mesmo que de porte pequeno para começar, através de contatos. Certamente muitas pessoas que a conheceram quando você trabalhava ainda estão empregadas. E algumas devem estar ocupando bons cargos em empresas. Então retome o contato com esse povo. Mesmo que você não receba ajuda imediata dos que responderão, a comunicação será retomada e poderá lhe ser útil em algum momento futuro.

E a segunda possibilidade seria você se inscrever em uma agência de serviços temporários, para que você possa voltar a se acostumar com o ritmo do mercado e começar a montar a sua agenda de novos contatos.

De resto, eu não lhe aconselharia a enviar currículos ou se cadastrar em sites. A experiência recente pesa bastante nas contratações e 18 anos é um tempo enorme para ser relevado por recrutadores.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin