2016-03-31

'Me deparei com um superior acéfalo e destemperado' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 31/03/2016, com um bem educado ouvinte que tem como superior um chefe destemperado.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Me deparei com um superior acéfalo e destemperado'

chefe nervoso

Acredito que muitos dos nossos ouvintes leiam comentários que internautas postam em portais de informações, comentando as notícias. Eu leio. E além de notar que a maioria escreve só para zoar, sem qualquer conhecimento sobre o tema, ainda fico arrepiado com os erros de português cometidos. Digo isso não para me lamentar, mas para elogiar os ouvintes que me mandam mensagens. Em praticamente todas elas, o português é correto, o que me dá maiores esperanças em relação ao presente e ao futuro da nossa educação.

Agora sim, um ouvinte escreve: "Estou desabituado a um tratamento abusivo, em família e em sociedade. Mas quis o destino que eu me deparasse em minha corrente posição com um superior hierárquico acéfalo e destemperado."

Não soa bem? Não a situação, evidentemente, mas a redação. Já no tocante à situação de destemperança e acefalia, há três opções para o nosso bem informado ouvinte.

Uma é ignorar. Existem pessoas broncas que chegam a cargos de chefia porque os resultados que elas produzem compensam o mau tratamento.

A segunda opção é reagir. Pedir educadamente para o superior a gentileza de maneirar na linguagem. Nem sempre funciona, mas é melhor falar do que sofrer calado.

E a terceira é procurar outra empresa, em que noções elementares de civilidade e de respeito sejam regra e não exceção. Um funcionário bem educado em uma empresa sem educação é uma contradição profissional. E se o superior não mostra respeito ao subordinado, o subordinado precisa respeitar a si mesmo.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin