2016-10-20

'A empresa interessada me ofereceu uma garantia contratual de dois anos' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 20/10/2016, com um ouvinte que recebeu uma oferta para mudar de emprego com uma garantia de contrato por dois anos.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

'A empresa interessada me ofereceu uma garantia contratual de dois anos'

salto na carreira

Um ouvinte escreve: "Tenho um bom emprego em uma multinacional. Nada a reclamar dela, muito pelo contrário. Fui procurado por outra empresa, não do mesmo porte, mas grande o suficiente, que me fez uma proposta de trabalho, para uma função que me daria mais autonomia e mais espaço para crescer. Além disso, o salário também seria compensador em relação a meus ganhos atuais.

O único problema é que essa empresa que me procurou passa por sérias dificuldades financeiras, situação que já foi notícia na imprensa. Nas entrevistas, me foi falado que o pior já passou e que a empresa irá se recuperar e voltar a crescer. Para me convencer, foi-me oferecido uma garantia contratual de dois anos. Parece-me que vale a pena. O que você acha?"


Bom, esse contrato é uma via de mão dupla. Por um lado, protege você. E por outro, vai amarrá-lo. Se o que lhe foi falado sobre autonomia e oportunidades não se concretizar, ou se você receber uma boa proposta de outra empresa, teria que pagar para sair.

Mas há outro motivo que você deve levar em conta além do salário e do contrato. Seria a possibilidade de você subir de patamar no mercado de trabalho, recebendo um cargo um ou dois níveis acima daquele que você tem hoje. Isso lhe permitiria aspirar a empregos em faixas mais altas de remuneração.

Em minha opinião, esse salto hierárquico seria mais valioso para o futuro da sua carreira do que qualquer outra coisa que lhe seja oferecida agora.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin