2016-10-13

'Aceitar trabalho temporário ajuda um desempregado com curso superior?' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 13/10/2016, com uma ouvinte que está em dúvida se um trabalho temporário no fim do ano ajuda ou atrapalha um desempregado com curso superior.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

'Aceitar trabalho temporário ajuda um desempregado com curso superior?'

trabalho temporário fim de ano contratando

Uma ouvinte escreve: "Neste final de ano, aceitar um trabalho temporário ajuda ou atrapalha a quem tem curso superior e está sem emprego?"

Só ajuda. Primeiro, porque vai lhe proporcionar uma renda, por menor que seja. E segundo, porque algo próximo a 10% dos temporários são efetivados ao término do contrato.

Muitas empresas usam esse período para avaliar, na prática, o desempenho dos temporários. E os que se sobressaem acabam substituindo empregados efetivos que não demonstram a mesma disposição e o mesmo interesse pelo trabalho.

A questão, e creio que esse seja o motivo da sua pergunta, é que a maioria das vagas temporárias são oferecidas por lojas, em função da extensão do tempo em que elas permanecem abertas no final do ano. Outra fatia menor, porém não desprezível, é oferecida por indústrias que historicamente vendem bem nas festas e que, por isso, precisam aumentar o quadro de empregados.

Esses trabalhos em lojas e indústrias talvez estejam abaixo do que a nossa ouvinte considera como aceitável à sua formação. Mas, mesmo assim, uma breve passagem por um setor diferente irá proporcionar a ela uma nova experiência profissional.

Minha sugestão é que a ouvinte procure uma agência de temporários. Talvez haja uma vaga em uma empresa de porte em que ela, se for efetivada, poderá em breve tempo ganhar uma função mais compatível com a sua instrução.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin