2017-02-24

Aceitar salário menor pode ser um ajuste à realidade - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 24/02/2017, com um ouvinte que tinha um salário acima da média, mas foi demitido e agora não consegue outro emprego.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

Aceitar salário menor pode ser um ajuste à realidade

salários

Um ouvinte escreve: "Trabalhei três anos em uma empresa que só me deu alegrias, até o dia em que me demitiu num programa de redução de custos. Eu considerava a minha remuneração adequada, mas amigos meus me diziam que eu tinha um salário acima da média do mercado.

Venho procurando outro emprego já faz um ano e só acumulei decepções. Enviei currículos por e-mail, me inscrevi em sites e contratei os serviços de uma consultoria de recolocação, mas nada aconteceu. Reluto em reduzir a minha pretensão salarial por receio de ficar em uma faixa abaixo de minhas qualificações e não poder mais sair dela. O que você sugere?"


Se você está mencionando em seu currículo o seu último salário ou a sua pretensão salarial, retire essa informação para ver o que acontece.

Se você começar a ser chamado para entrevistas, é porque, de fato, você estava em um patamar acima do que o mercado está disposto a pagar. Isso acontece ou quando empresas vão muito bem ou quando elas são novas e precisam pagar mais para atrair bons profissionais.

Caso aceite agora uma vaga que pague na média do mercado, você não estaria regredindo, estaria apenas se ajustando à normalidade.

Salários anormais, como o que você teve, devem ser vistos como exceções temporárias e bem-vindas, mas não como uma base não-negociável que possa comprometer a continuidade de uma boa carreira, como a que você teve e continuará tendo.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin