2017-02-06

Nenhum funcionário deve avisar que pretende sair do emprego - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 06/02/2017, com uma ouvinte que está contratada como temporária e quer saber como abordar seus supervisor sobre as oportunidades de ficar na empresa.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

Nenhum funcionário deve avisar que pretende sair do emprego

falando com o chefe

Uma ouvinte escreve: "Estou trabalhando faz dois meses em uma empresa, mas como temporária. Meu contrato é de três meses e sinto que tenho possibilidades de ser efetivada, embora ninguém tenha ainda me dito isso de maneira clara. Estou só deduzindo porque não recebi nenhuma crítica por meu trabalho e tenho sido muito bem tratada. Por via das dúvidas, já comecei a sondar outros empregos, mas gostaria de lhe fazer duas perguntas. Primeira: devo perguntar ao encarregado do setor se há intenção de me efetivar? E segunda: devo dizer a ele que já estou buscando outras oportunidades?"

As respostas são: não e não.

Começando pela segunda, nenhum empregado, efetivo ou temporário, deve avisar com antecedência que pretende sair. Isso não é esconder o jogo. Empresas fazem a mesma coisa. Elas não comunicam a um funcionário que estão cogitando dispensá-lo dali a algum tempo. A notícia só vem quando a decisão já está tomada.

E quanto a primeira pergunta, você deve conversar com o encarregado e perguntar como ele avalia o seu trabalho e se há algo em que você possa melhorar ainda mais. A resposta dele já lhe dará uma pista sobre a sua possível efetivação.

Caso ele lhe faça elogios, aí sim você pode perguntar se existe a possibilidade de você ficar, porque é para isso que você vem batalhando. No fundo, é a mesma pergunta que você pretendia fazer, só que de uma maneira menos ostensiva e mais profissional.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin