2017-07-13

Existem setores que reagem melhor durante a crise - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 13/07/2017, com seis coisas para os desempregados pela crise do Brasil.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

Existem setores que reagem melhor durante a crise

crise financeira Brasil

Um ouvinte pergunta: "O que você teria a dizer aos milhões de desempregados do Brasil?"

Seis coisas.

Primeira: existem setores que são menos afetados por crises e até costumam crescer com elas. Esses setores são: agropecuária, cosméticos e farmacêuticos. Na hora de encaminhar currículos ou se inscrever em sites, esses são os setores preferenciais porque continuam contratando ou repondo empregados.

Segunda: melhor que ficar sem emprego é aceitar uma vaga, mesmo abaixo da formação acadêmica ou inferior ao nível de expectativa ou com salário menor que o do último emprego. A angústia da expectativa de que algo apareça é mais prejudicial ao corpo e à mente do que um emprego que não seja o ideal.

Terceira: se possível, fazer cursos. O site do SENAC oferece uma infinidade deles. Mesmo que um curso possa não ter um efeito imediato na busca por um emprego, ele abrirá uma opção para futuros momentos ruins do mercado ou para uma futura carreira.

Quarta: apelar para qualquer pessoa que esteja empregada e que possa fazer uma indicação para uma vaga, mesmo que seja alguém de quem não se goste ou com quem se teve alguma animosidade. Na hora da necessidade, qualquer problema do passado deve ficar no passado.

Quinta: fazer qualquer coisa para se manter ocupado e não desanimar. Por exemplo: trabalho voluntário.

Sexta e última: o Brasil já enfrentou muitas crises antes. Todas elas passaram e a atual também passará.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin