2017-07-05

'Recomendei amiga para empresa que trabalhei, mesmo sabendo que ambiente era ruim' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 05/07/2017, com uma ouvinte que indicou uma amiga para uma empresa que ela havia trabalhado, mas que sabia que tinha um péssimo ambiente de trabalho.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

'Recomendei amiga para empresa que trabalhei, mesmo sabendo que ambiente era ruim'

mulher arrependida no trabalho

Uma ouvinte escreve: "Uma amiga me pediu para recomendá-la para uma vaga em uma empresa, na qual eu havia trabalhado. Fiquei em dúvida se devia fazer isso não por causa das qualificações da minha amiga, mas por causa do jeito daquela empresa. É um lugar terrível para se trabalhar. Passei um ano lá e foi o pior ano da minha vida profissional.

Para não dar à minha amiga a impressão de que eu não estava querendo ajudá-la, fiz a recomendação e ela foi admitida. Passado um mês, ela me disse que a empresa é pior que um hospício, o que eu já sabia que era. E agora? O que posso dizer à minha amiga para tentar sair dessa situação sem arruinar a nossa amizade?"


Você pode dizer duas coisas. A primeira é que você fez a recomendação porque ela pediu. E a segunda coisa é você dizer que também não tem as melhores recordações daquela empresa, mas você sabe que há pessoas que se adaptam melhor do que outras a situações estressantes de trabalho. Você não se adaptou, mas isso não quer dizer que sua amiga não se adaptaria.

Então você atendeu ao pedido dela e preferiu deixar que ela, nas entrevistas, descobrisse por conta própria se aquele era mesmo o tipo de empresa em que ela se sentiria bem.

Portanto você foi uma boa amiga e eu espero que a sua amiga reconheça que você fez o que podia para ajudá-la, incluindo confiar no julgamento dela.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin