2017-09-20

Não pergunte ao seu gerente se você será demitido - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 20/09/2017, com uma ouvinte que acha que pode estar em vias de ser demitida e quer perguntar isso ao seu gerente.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

Não pergunte ao seu gerente se você será demitido

falando com o chefe

Uma ouvinte escreve: "De um tempo para cá, tenho percebido sinais de que posso vir a ser demitida. Meu gerente não fala mais comigo com a frequência com que falava, não tenho sido chamada para participar de algumas reuniões, minha opinião deixou de ser solicitada e outras coisas desse tipo, nenhuma que possa ser individualmente interpretada como um possível sinal vermelho, mas a somatória delas me leva a concluir isso. Devo perguntar sem rodeios a meu gerente, se a minha percepção é equivocada?"

Não, não deve. Imagino que você possa estar esperando que a resposta a uma pergunta direta seja uma resposta igualmente direta. Mas o que você provavelmente ouvirá, se perguntar, é outra pergunta: Por que você acha isso?" E aí, você teria que listar os fatos que mencionou, sendo que nenhum deles é um indício claro de uma possível demissão.

Mas o pior é que você deixaria seu gerente com uma dúvida: a de que você esteja insatisfeita com a empresa ou desmotivada com seu trabalho.

Você poderia obter um resultado mais adequado se perguntasse a seu gerente o que você poderia fazer para ser ainda mais eficiente do que já é. A resposta dele, tanto em tom quanto em conteúdo, irá lhe mostrar se, de fato, você corre o risco que supõe correr.

E finalmente, situações como a sua costumam acontecer em períodos de crise, quando funcionários começam a temer o pior. E isso os leva a exagerar fatos que também ocorriam antes, mas não eram notados porque tudo estava bem.

Max Gehringer, para CBN.


Nenhum comentário:

Blog Widget by LinkWithin