2017-12-11

'Recusei um trabalho e agora estou precisando do serviço' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 11/12/2017, com um ouvinte que saiu no meio de um processo seletivo em que ia bem, porque não achou que a vaga era boa o suficiente, mas agora está precisando urgente de um emprego.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

'Recusei um trabalho e agora estou precisando do serviço'

procurando emprego

Um ouvinte escreve: "Faz três meses, participei de um processo seletivo e concluí que a vaga oferecida não era bem o que eu esperava que fosse, tanto em termos de salário, quanto do serviço em si. Por isso, ao final da primeira entrevista, na qual fui bem, agradeci e me retirei do processo.

Logicamente eu esperava encontrar outro emprego mais adequado às minhas expectativas, mas isso não aconteceu. E agora me vejo precisando voltar a trabalhar o mais rapidamente possível. Pergunto se seria inconveniente eu escrever para aquela empresa que eu recusei e dizer que estou disposto a reconsiderar a oferta?"


Não, não seria. Existem algumas empresas que, em situações assim, se regozijam ao ver que um candidato que as esnobou, agora esteja precisando delas. Mas, no geral, empresas tendem a ser mais profissionais do que rancorosas.

Se houver uma vaga semelhante àquela que você rejeitou e se o seu currículo escolar e a sua experiência fazem de você um profissional adequado à função, não há porquê não lhe dar essa oportunidade de se retratar.

Ao escrever para a empresa, eu lhe sugiro não tentar explicar demais porque você está querendo, agora, o que não quis antes. Apenas diga que você reavaliou a situação, porque tem novas informações que não tinha na época, e se sentiria agradecido por uma nova oportunidade.

Pode até ser que a empresa seja do tipo rancoroso e nem lhe dê resposta. Mas você não perde nada escrevendo.

Max Gehringer, para CBN.


Nenhum comentário:

Blog Widget by LinkWithin