2014-06-27

'Posso dizer ao meu superior que não quero mais fazer horas extras?' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 27/06/2014, com um ouvinte que tem que fazer duas horas extras por dia e por isso está tendo seus estudos prejudicados, perguntando se pode se negar a fazer essas horas extras.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Posso dizer ao meu superior que não quero mais fazer horas extras?'

horas extras

Escreve um ouvinte: "O tipo de trabalho que eu executo me força a fazer duas horas extras por dia, porque sou responsável por uma função que só pode ser terminada depois que todos os meus colegas encerram as atividades do dia. Esse tempo adicional vem meu causando problemas com meus estudos, porque quase diariamente perco a primeira aula. Posso dizer a meu superior que não quero mais fazer horas extras?"

Sim, você pode, explicando que seus estudos estão sendo prejudicados. Mas o seu superior certamente lhe dirá que horas extras são previstas por lei e que a função que você executa demanda que elas sejam feitas. Ou, em outras palavras, caso o seu superior seja educado e compreensivo, ele estará lhe dizendo que entende o seu problema, mas que ele é pago para resolver os problemas da empresa.

A sua situação fica ainda menos defensável se você aceitou a sua função atual sem avaliar a sobreposição das horas de trabalho e de escola. Ou, pior ainda, se você começou a estudar depois que já executava a função, sem ter pensado que não daria para conciliar as duas coisas.

Em resumo, você não teria amparo legal para simplesmente se recusar a fazer as horas extras. Mas pode sugerir a seu superior alguma opção que atenda a seus interesses, sem prejudicar os interesses da empresa, como mudar de função ou ser transferido para outro setor.

Caso não haja como resolver o problema, eu sugiro que você considere mudar de emprego, porque estudar é um investimento vital para toda a sua vida profissional, enquanto um emprego é uma situação temporária e substituível.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin