2014-06-24

'Sou contador e vejo que muitas profissões têm pisos salariais mais altos que o meu' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 24/06/2014, sobre as diferenças entre pisos salariais de diferentes profissões.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Sou contador e vejo que muitas profissões têm pisos salariais mais altos que o meu'

profissão contador

"Sou contador", escreve um ouvinte, "e sei que outras profissões têm valores de piso salarial mais altos do que a de contador, mesmo necessitando de menor tempo de estudo para se formar. Qual é a sua opinião sobre isso?"

Bom, eu imagino que você saiba que a profissão de contador não possui um piso nacional obrigatório, também chamado de salário mínimo profissional. As profissões que têm esse piso são Engenharia, Arquitetura, Agronomia, Química e Veterinária. E isso em função de uma lei, aprovada em 1966, e que gerou muita discussão pelos anos seguintes, por proteger a essas cinco categorias, o que é louvável, mas por deixar as demais abertas a negociações entre patrões e empregados.

Então, quem é formado em, por exemplo, Economia ou Administração, poderia sr contratado pela menor medida salarial obrigatória numa região. Isso só não ocorre porque a lei da oferta e da procura equilibra o mercado. Mas é preciso partir de algum número para começar a discussão. E esses números têm sido providenciados pelas confederações nacionais de cada profissão. Essas entidades estabelecem os valores que servirão de orientação para as negociações coletivas entre sindicatos patronais e de trabalhadores.

Então, respondendo à sua pergunta, se bem a entendi, a diferença de pisos entre profissões não se baseia nos anos de estudo ou na dificuldade do curso, mas simplesmente na capacidade de negociação das entidades que representam cada profissão. Cabe a você pressionar a sua entidade representativa para melhorar o piso da sua profissão.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin