2014-07-21

'Sinto-me muito infeliz no meu trabalho e não sei quais os motivos' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 21/07/2014, com uma lista de cinco coisas que contribuem para que alguém um pouco infeliz no trabalho aumente a sua infelicidade.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Sinto-me muito infeliz no meu trabalho e não sei quais os motivos'

infelicidade no trabalho

Uma ouvinte escreve: "Sinto-me muito infeliz em meu trabalho e não consigo entender por quê."

Bom, aqui vão cinco coisas que contribuem para que alguém um pouquinho infelizaumentando gradativamente essa infelicidade.

Primeira coisa: passar o tempo mencionando coisas que você gostaria de fazer e que nada têm a ver com o que você está fazendo.

Segunda: atribuir as suas dificuldades profissionais a fatores sempre fora do seu alcance.

Terceira: embarcar nas críticas que os colegas fazem e acrescentar alguns defeitos que eles esqueceram de mencionar.

Quarta: repetir que, se aparecer uma oportunidade de sair, você sai voando.

E quinta: ficar procurando defeitos nos colegas para se sentir um pouco melhor em relação a eles.

Se você já teve outros empregos e esta é a primeira vez que você se sente assim, pode ser que você esteja na empresa errada. Porém, se isso já está acontecendo pela segunda ou terceira vez, o mais provável é que o problema esteja em você. Se for isso, você corre o risco de trocar um emprego do qual não gosta por outro do qual irá gostar ainda menos.

Então, comece observando seus colegas atuais. Se a maioria deles não mostra descontentamento, a empresa não deve ser tão ruim. Dedique alguns minutos do seu tempo, todos os dias, para conversar com aqueles colegas que parecem satisfeitos, aqueles que estão sempre sorrindo e muito raramente reclamam de alguma coisa.

Essas conversas não têm como finalidade alterar radicalmente a sua percepção. Mas sim, ajudá-la a entender que ninguém é inteiramente feliz no trabalho. Mas que também ninguém é infeliz sem ter um motivo claro e compreensível.

Max Gehringer, para CBN.


1 comment:

Ju Denzler said...

Eu sei bem como é passar por essa situação.
Principalmente quando não temos reconhecimento do nosso trabalho.

beiJUs

http://feiffercereja.blogspot.com.br/2014/07/nao-posso.html

Blog Widget by LinkWithin