2014-07-17

'Como os recrutadores vão avaliar a decisão de largar um negócio próprio e retomar a carreira de funcionário?' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 17/07/2014, com um ouvinte que abriu um negócio próprio, não faliu, mas está em dúvida se volta ou não para o mercado de trabalho.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Como os recrutadores vão avaliar a decisão de largar um negócio próprio e retomar a carreira de funcionário?'

negócio próprio

Um ouvinte escreve: "Trabalhei durante cinco anos em uma empresa e decidi pedir demissão para abrir meu próprio negócio. Passados quatro anos, ele continua ativo, mas sem gerar grandes resultados. Na comparação com meus antigos colegas, que continuam na empresa da qual sai e com os quais mantenho contato, descobri que eles estão ganhando mais do que eu consigo retirar do meu negócio, além de eles trabalharem bem menos horas semanais do que eu trabalho. Pergunto se seria conveniente eu retomar a minha carreira como funcionário e como os recrutadores de empresa iriam avaliar essa minha opção?"

Numa boa, sem dúvida. Seu negócio próprio não quebrou e você pode dizer que teve tempo suficiente para concluir que deseja mesmo é ser empregado. Mas é isso mesmo que você quer? A comparação da sua retirada mensal com os salários dos colegas até pode ser um dos fatores a analisar, mas não deve ser o único.

Seus antigos colegas não podem fazer muitas coisas que você pode, por ser dono, como tomar decisões, ampliar o negócio, procurar parcerias ou mudar de ramo. Além disso, você voltará a ter um chefe direto, terá que reaprender a agir como um subordinado e será cobrado diariamente para conseguir resultados. Para muitos empresários, não ter que passar por tudo isso mais do que compensa uma retirada menor. Até porque um negócio próprio pode ser expandido.

Porém, se você de fato acredita que o mais importante é trabalhar menos horas e ter um salário garantido no fim do mês, não tenha dúvida em retornar ao mercado.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin