2015-04-23

Meu chefe pode solicitar que eu corte a minha barba? - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 23/04/2015, com um ouvinte que resolveu deixar crescer a barba e o chefe mandou ele tirá-la.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

Meu chefe pode solicitar que eu corte a minha barba?

corte barba

Um ouvinte escreve: "Decidi deixar a barba crescer. Está aparada e bem cuidada. Mas o meu chefe não gostou e me mandou cortar, alegando que a minha nova aparência não ficou boa. Pergunto se ele estaria escudado em algum procedimento trabalhista que desconheço, para me impor essa determinação?"

Não, claro que não. É implicância mesmo.

Há empresas, não muitas, que possuem o chamado código de padrão visual, que inclui vestimenta e aparência. Mas isso só ocorre em casos de contato direto com o público, e mesmo assim, quando interessa à empresa passar uma imagem de tradicionalismo e de formalismo. Não acredito que esse seja o caso da sua empresa, porque se fosse, você teria assinado um compromisso nesse sentido no ato de sua contratação.

Portanto, você está coberto de razão. E agora tudo depende de você querer, ou não, trombar com um superior fora de sintonia em relação ao modo como empregados devem ser tratados. Uma recusa sua em cortar a barba poderá fazer com que ele entenda o seu gesto como um desafio à autoridade dele, mesmo que essa não seja a sua intenção.

Se isso acontecer, o relacionamento entre vocês poderá ficar meio azedo durante algum tempo, até que ele se acostume e esqueça que já viu você sem barba.

Então, tudo depende de você querer fazer valer os seus direitos ou de atender ao chefe só para satisfazê-lo. Cabe a você avaliar o que será melhor fazer, levando em conta o grau de respeito ao próximo que existe na sua empresa e os antecedentes do seu chefe.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin