2010-09-14

Mantenha distância dos colegas amargos e dos reis da informação de bastidores - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 14/09/2010, sobre colegas de trabalho.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

Mantenha distância dos colegas amargos e dos reis da informação de bastidores

colegas de trabalho
"Tenho 18 anos", escreve uma ouvinte, "e comecei a trabalhar em uma empresa muito famosa. No site dela, há um longo parágrafo sobre o relacionamento positivo entre os colaboradores, que torna o ambiente de trabalho agradável e justo. Na prática, descobri que não é bem assim. Aqui tem gente de todo o tipo, e nem todo mundo é tão agradável quanto o site diz. Na verdade, há colegas que dão a impressão de estar trabalhando na pior empresa do mundo, de tanto que eles reclamam."

Muito bem. Você acaba de descobrir que nenhuma empresa consegue pasteurizar seus funcionários e transformá-los numa massa homogênea. Não que o site da empresa seja enganoso, é que gente é gente.

Permita-me então oferecer-lhe algumas sugestões.

A primeira: mantenha distância dos colegas amargos. São aqueles que sempre têm um problema pessoal e acreditam que tudo vai dar errado na vida deles. Eles tentam conseguir a compaixão dos colegas, mas no fundo, só tomam o tempo dos outros sem nenhuma finalidade prática.

Segunda sugestão: mantenha distância dos colegas azedos. São aqueles que não conseguem ver qualidades em ninguém, e vivem apontando e enfatizando os defeitos alheios. São pessoas com baixa estima, que só se sentem bem quando tentam mostrar que os outros também não são bons.

Terceira sugestão: mantenha distância dos reis da informação de bastidores. São aqueles colegas que parecem saber detalhes e segredos sobre a empresa, que ninguém mais sabe. Mas que ocupam uma função que não lhes permite ter acesso a esse nível de conhecimento. Conversar com gente assim acaba dando a impressão de que a empresa está à beira do colapso.

Quarta, e mais importante: aproxime-se dos colegas que mostram disposição e bom humor. É convivendo com eles, que você descobrirá que nenhum ambiente de trabalho é perfeito, mas também não é um enorme fardo, que precisa ser carregado e suportado durante oito horas por dia.

Em resumo, os seus dias poderão ser curtos ou arrastados. E isso dependerá dos colegas que você escolher para se relacionar.

Max Gehringer, para CBN.

Nenhum comentário:

Blog Widget by LinkWithin