2011-10-13

Como descrever tempo de afastamento do mercado no currículo - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 13/10/2011, sobre como descrever um tempo de afastamento do mercado de trabalho no currículo.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

Como descrever tempo de afastamento do mercado no currículo

longe

Cinco ouvintes escreveram para relatar uma situação não de todo incomum. Todos eles passaram um tempo fora do mercado de trabalho e agora desejam voltar, mas não sabem como escrever esse lapso de tempo no currículo, e nem como explicá-lo adequadamente numa entrevista.

O períodos de afastamento variam de um a três anos, e os motivos também são vários. O primeiro ouvinte teve um problema de saúde. O segundo parou para estudar para concursos públicos. O terceiro foi fazer um intercâmbio no exterior. O quarto abriu um negócio próprio, que não deu certo. E o quinto é o caso de uma mulher que deu um tempo para ficar em casa, cuidando do filho recém-nascido.

Todas as razões são mais que compreensíveis, mas a dúvida é: será que o avaliador e o entrevistador irão mesmo compreender?

Vamos lá. No currículo é melhor escrever a verdade, porque qualquer tentativa de escondê-la será descoberta na entrevista. Então, basta citar o período de afastamento e escrever o motivo, em uma linha.

No caso do afastamento médico é conveniente adicionar o seguinte: "nenhuma sequela e 100% apto para qualquer tipo de trabalho". E na entrevista é bom levar um laudo médico que confirme essa aptidão. Quanto aos outros quatro, não há muito o que explicar sobre o afastamento, se o entrevistador não quiser esticar o tema, e normalmente ele não quer.

O ouvinte do concurso público só precisa dizer que desistiu de vez da carreira pública. E a dona de casa precisa garantir que o filho pequeno não irá interferir na rotina de trabalho dela.

Eu recomendo aos cinco ouvintes que tenham um pouco de paciência. De fato, pessoas que não deram uma pausa na carreira, têm mais possibilidades de conseguir uma vaga. Mas quem saiu e deseja voltar não será condenado por isso. Talvez apenas demore um pouquinho mais.

Max Gehringer, para CBN.

No comments:

Blog Widget by LinkWithin