2011-10-20

'Sinto que minha atitude honesta com o gerente está me prejudicando' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 20/10/2011, sobre atitudes honestas, críticas e como um gerente trata de maneira diferenciada cada tipo de funcionário.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Sinto que minha atitude honesta com o gerente está me prejudicando'

vendedor

"Eu trabalho na área de vendas", escreve um ouvinte. "Sempre prometi a meu gerente aquilo que posso cumprir, e sinto que essa atitude, que deveria funcionar a meu favor, está me prejudicando. Vejo meus colegas vendedores prometendo que vão conseguir vender mundos e fundos, e sendo elogiados pelo gerente, enquanto eu sou tachado como sendo pouco arrojado, pessimista e outras coisas. No fim do mês, meus resultados são os mesmos de meus colegas, ou seja, eles vendem menos do que prometeram e eu vendo mais do que prometi, mas isso não parece ter importância para o gerente, que no mês seguinte, volta a me cobrar mais atitude. Como conviver com uma situação dessas?"

Bom, vou tentar lhe explicar porque o seu gerente age como está agindo. Pela maneira como você o descreveu, ele parece um obtuso que não é capaz de comparar dois números e dizer qual é o maior, e um profissional cuja memória se apaga no início de cada mês. Não é isso.

Seu gerente sabe muito bem que para conseguir os resultados esperados ele precisa saber como tratar a cada um dos vendedores. Seu gerente está ciente de que as promessas de seus colegas não serão cumpridas. Mas ele também sabe que seus colegas irão se esforçar para chegar perto do que prometeram, e por isso, acabarão por vender mais do que venderiam. Se fossem constantemente criticados, os seus colegas certamente baixariam as promessas, e aí, venderiam menos do que vendem.

O seu caso é diferente. Seu gerente sabe que você irá ultrapassar o seu objetivo, mas faz as críticas para que você continue se superando.

Talvez você se ressinta disso hoje, mas entenderá melhor no dia em que for gerente. E pode ter a certeza de que apesar de não gostar do tratamento, as suas chances de um dia assumir uma gerência são bem maiores do que as de seus colegas.

Max Gehringer, para CBN.

No comments:

Blog Widget by LinkWithin