2011-11-17

Avalie as opções de emprego na sua cidade antes de escolher faculdade - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 17/11/2011, com uma dica óbvia, porém quase sempre ignorada, para conseguir o primeiro emprego após um curso universitário.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

Avalie as opções de emprego na sua cidade antes de escolher faculdade

primeiro emprego

Hoje vou comentar um razoável número de mensagens de ouvintes que não conseguem encontrar emprego nas áreas em que se formaram.

Boa parte dessa busca infrutífera se deve a dois fatores. O primeiro é o aumento no número de faculdades, que se exacerbou nos últimos dez anos. Isso faz com que existam cada vez mais candidatos a emprego com curso superior, o que é bom, mas por outro lado a disputa por uma vaga ficou muito mais acirrada.

E o segundo fator é a grande variedade de cursos superiores oferecidos, alguns deles com nomes chamativos, mas sem a contrapartida de ofertas suficiente de emprego em relação ao número de formandos.

As mensagens que eu recebi mostram que os ouvintes começaram um curso e encontraram um emprego para se manter enquanto estudavam. Mas, na maioria dos casos, esse emprego não tinha qualquer afinidade com o curso. A verdadeira procura pela vaga na área de formação somente começou após o jovem receber o seu diploma, sem experiência e sem contatos que pudessem facilitar uma indicação.

A dica que eu daria é: avalie as opções de emprego em sua cidade, antes de escolher o curso. E ao procurar o primeiro emprego, não se preocupe se a vaga é compatível com o curso, mas preocupe-se em entrar numa empresa que tenha o setor desejado. Assim, por exemplo, um estudante de Tecnologia de Alimentos pode aceitar um emprego na área administrativa, desde que seja em uma empresa de alimentos, e mesmo que existam ofertas salariais mais atrativas em outros tipos de empresas. Essa diferença inicial se pagará com o tempo, porque será mais fácil conseguir posteriormente, uma transferência interna, do que começar tudo do zero.

Parece uma recomendação óbvia, mas de cada cinco ouvintes que me escreveram, quatro não fizeram isso.

Max Gehringer, para CBN.

No comments:

Blog Widget by LinkWithin