2011-11-25

As regras de comportamento do mundo corporativo politicamente correto - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 25/11/2011, sobre a chatice da patrulha do politicamente correto.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

As regras de comportamento do mundo corporativo politicamente correto

politicamente correto

Uma ouvinte escreve: "Trabalho em uma empresa que é cheia de regras comportamentais. Como falar, como interromper, como discordar, como um superior deve chamar a atenção de um subordinado e assim por diante. Tenho a impressão de que me tornei um robô, porque essas regras me impedem de expressar o que, de fato, estou sentindo."

Bom, bem-vinda ao mundo corporativo politicamente correto. A essência dele é que qualquer coisa que você diga, fará alguém ficar ofendido, ou com o conteúdo, ou com uma palavra, ou com o tom da sua voz.

Imagine que um funcionário cometeu um erro que nem uma criança de cinco anos cometeria. Se o chefe usar exatamente essas palavras para chamar a atenção do subordinado, corre o risco de ser acusado de assédio moral.

Há alguns meses, eu fiz um comentário sobre o ranking usado na área de vendas, que mostra a classificação dos vendedores em relação aos objetivos que eles receberam. Como resultado, defensores do politicamente correto me escreveram para alertar que tal ranqueamento é humilhante para os que ficam no rodapé da lista, e sugerindo maneiras mais polidas e menos escancaradas de lidar com essa situação.

Também, não se pode dizer mais, por exemplo, "Eu não concordo com a sua sugestão porque ela é francamente idiota". Deve-se dizer: "O colega tem um bom ponto, mas eu sugiro uma avaliação mais detalhada antes de chegarmos a uma solução que atenda aos interesses de todos".

À nossa ouvinte, eu diria que, sem dúvida, a cartilha do politcamente correto torna o ambiente de trabalho mais regulado, menos propenso a atritos e definitivamente, mais chato. Lembrando que chato tanto pode ser sinônimo de uniforme, nivelado, quanto de aborrecido e sem graça. Dentro dos parâmetros de respeitabilidade, a conclusão é de cada um.

Max Gehringer, para CBN.

No comments:

Blog Widget by LinkWithin