2012-07-26

'Recebi uma excelente oferta de uma empresa que não atravessa um bom momento' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 26/07/2012, com um ouvinte que recebeu uma ótima proposta de emprego, mas a empresa não passa por um bom momento.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Recebi uma excelente oferta de uma empresa que não atravessa um bom momento'

balança oportunidades

"Estou com uma grande dúvida", escreve um ouvinte. "A convite de um amigo, fiz uma entrevista em uma empresa e gostei de tudo o que ouvi, menos uma coisa. O entrevistador foi muito sincero ao me revelar que a empresa não atravessa um bom momento e vem dando prejuízo. Segundo ele, essa é uma situação passageira e dentro de seis meses, no máximo, tudo voltará ao normal. A função que me foi oferecida é melhor do que a que eu tenho atualmente. E o salário é 20% maior. Trabalho faz três anos na empresa atual e só concordei em ser entrevistado por essa outra empresa porque o meu amigo insistiu muito, mas a proposta é realmente boa. Minha dúvida é se eu devo arriscar."

Bom, você precisa pesar o que vai ganhar de imediato e o que pode perder em médio prazo. Além do salário, você deve considerar as oportunidades futuras. Se você não sabe que planos a sua empresa atual tem para você, pergunte a seu chefe. Diga a ele que você recebeu uma proposta, sem mencionar a situação financeira da nova empresa. Não é necessário que o seu chefe lhe prometa uma promoção ou ofereça um aumento. Apenas que ele lhe assegure que você será considerado assim que surgir uma oportunidade.

Agora, o mais importante. Bons saltos na carreira são dados em situações arriscadas. Pode dar errado, e às vezes dá. Mas quando dá certo, costuma dar muito certo. Aí, tudo depende de uma característica pessoal. Há quem prefira uma situação mais confortável e mais segura. E há quem goste de correr riscos. Por isso, só você pode se autoavaliar e decidir. Se você preza mais a segurança, fique. Porque, se sair, você passará o dia preocupado com a situação da nova empresa e perderá o foco em seu trabalho.

Max Gehringer, para CBN.

No comments:

Blog Widget by LinkWithin