2012-07-04

'Quero ser palestrante. O que mais preciso para ser um profissional?' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 04/07/2012, com algumas sugestões para quem quer se tornar um palestrante profissional.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Quero ser palestrante. O que mais preciso para ser um profissional?'

palestras empresariais

Um ouvinte escreve para contar que descobriu sua vocação: "Quero ser palestrante", ele diz. "Minhas apresentações internas são sempre elogiadas por colegas e chefes, e já participei de eventos representando a minha empresa, nos quais falei para plateias que me avaliaram muito bem. O que mais eu preciso para me tornar um palestrante profissional?"

Bom, primeiro eu lhe diria que, de todas as profissões que não existem oficialmente, você escolheu uma muito promissora. Por falta de números mais exatos, eu estimo que existam cerca de trinta mil profissionais que fazem palestras no Brasil. A maioria usa a palestra como alavanca para negócios ou como complemento de renda. Estimo também que existam uns quinhentos, no máximo, cuja principal fonte de renda é a palestra. Portanto, o mercado está aberto para quem for bom.

Eu lhe daria quatro sugestões iniciais.

Primeira: não copie ninguém. Desenvolva o seu próprio material.

Segunda: escolha um tema que não seja muito restrito. Se você falar, por exemplo, sobre liderança ou mudanças, terá um campo imensamente maior de potenciais clientes do que se falar, por exemplo, sobre sustentabilidade.

Terceira: conte histórias que só você poderia contar, porque você as viveu pessoalmente.

E quarta: associe-se a uma pessoa que possa divulgar e negociar as suas palestras. Alguém que mantenha o seu site atualizado, que encaminhe e-mails para milhares de empresas e associações, e que tenha paciência e tempo para responder a todas as consultas.

Bons palestrantes nem sempre são bons vendedores de si mesmos, mas existem ótimos vendedores que não têm habilidade para palestrar. Associar-se a alguém assim eliminaria a parte que você provavelmente menos gosta, a de sair garimpando oportunidades. E lhe permitiria fazer o que você mais gosta: encantar plateias.

Max Gehringer, para CBN.

1 comment:

PALESTRANTE PAULO BARBOSA said...

Bom dia,
Sou Palestrante e gostaria de dizer que esses conselhos são realmente muito preciosos para todos que buscam trilhar nesse caminho.
Paulo Barbosa

Blog Widget by LinkWithin