2012-08-30

'Meu colega reclama de tudo' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 30/08/2012, sobre o que fazer quando você é vítima de um colega que só reclama de tudo.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Meu colega reclama de tudo'

reclamação mau humor

Uma ouvinte escreve: "Trabalho com um colega que reclama de tudo. Não importa o que aconteça, ele sempre vê o lado negativo da situação. Como minha mesa fica ao lado da mesa dele, sou sempre a primeira a ter que ouvir que nada vai dar certo, que a empresa está fazendo tudo errado, que nossos produtos são ruins, que nossos dirigentes são incompetentes e que nada tem solução. Já tentei me fingir de surda, tentei argumentar e já reclamei com meu chefe, mas nada disso adiantou. Meu chefe me sugeriu levar a coisa na brincadeira, mas eu não consigo. Porque essa ladainha contínua me faz perder a concentração no trabalho. O que posso fazer a respeito?"

Você pode usar fones de ouvidos e trabalhar ouvindo música, se isso for possível. Se não for, vamos começar definindo a figura do seu colega. Ele está falando com você, mas não para você. Portanto, não adianta você oferecer conselhos, contrapôr que nem tudo está ruim, discordar dele ou mesmo concordar com ele. Se você der um ótimo motivo para ele ver a situação de modo positivo, ele vai lhe dar cinco para você vê-la do modo dele.

A única atitude que faz um reclamante crônico procurar outra vítima é oferecer a ele o que ele menos espera: a simpatia silenciosa. Só balance a cabeça concordando com tudo o que ele diz, faça uma expressão de que realmente o mundo está perto do fim e volte ao seu trabalho. No começo vai lhe parecer que nada irá mudar, mas não desista. Ao ver que você se blindou, ele começará a procurar outros ouvidos para anunciar o apocalipse.

Provavelmente foi isso o que seu chefe fez. E foi isso que ele lhe sugeriu fazer: enxergar o seu colega como ele realmente é. Apenas uma figura folclórica. E finalmente, encare a situação pelo lado positivo. Seu colega pode até ser chato, mas é inofensivo. Existem tipos muito mais perigosos no mercado de trabalho.

Max Gehringer, para CBN.

No comments:

Blog Widget by LinkWithin