2012-08-10

'Fiz um plano de carreira, mas nada aconteceu' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 10/08/2012, sobre planos de carreira e as suas alterações conforme novos fatos surgem.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Fiz um plano de carreira, mas nada aconteceu'

plano de carreira

"Há três anos fiz um plano de carreira", um ouvinte escreve. "Dividi o plano em semestres, detalhei tudo o que eu teria que estudar e tracei os próximos passos profissionais que eu deveria dar nesta empresa. Não sei se isso vai lhe causar alguma surpresa, mas nada do que eu planejei aconteceu. Eu tenho lido que planos de carreira continuam sendo essenciais e me pergunto se o meu estava tão errado assim."

Muito bem. Um plano de carreira não é uma estrada reta que leva a um objetivo. É uma direção a seguir em princípio, até que algum fator novo altere a rota. E no seu caso, como em qualquer caso, novos fatores sempre surgem, e muitas vezes são tão inesperados que nem foram contemplados no plano original.

Como você sabe, empresas também elaboram detalhados planos estratégicos para os cinco anos seguintes. Se alguém olhar o plano que qualquer empresa preparou em 2007, e comparar os números previstos para 2012 com os números que estão de fato acontecendo neste ano, vai ver que bem pouca coisa coincidiu com o que tinha sido planejado.

Isso quer dizer que empresas são incompetentes para prever o futuro? Claro que não. O plano indicou uma direção e um objetivo, com base em tudo o que se sabia há cinco anos. Depois, a cada ano, o plano foi sendo ajustado à nova realidade.

Por isso, os planos estratégicos das empresas possuem três diferentes cenários: um normal, um otimista e um pessimista. Já você, em seu plano pessoal, não deve ter considerado o pior cenário, que acabou acontecendo.

Se você vier a fazer outro plano de carreira, tenha em mente que visualizar o longo prazo ajuda. Mas o que realmente resolve é saber reagir rapidamente a situações de curtíssimo prazo. Em síntese, é o plano que se adapta à realidade, e não o contrário.

Max Gehringer, para CBN.

No comments:

Blog Widget by LinkWithin