2012-08-24

'Qual o salário razoável para um recém-formado?' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 24/08/2012, com o que seria um salário inicial razoável para um recém-formado no Brasil atualmente.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Qual o salário razoável para um recém-formado?'

salário mínimo

Escreve um ouvinte: "Vou me formar este ano e ingressar no mercado de trabalho. Tenho sonhos de conseguir um emprego com um salário razoável e pergunto o que poderia ser considerado razoável. Porque começo a desconfiar que meus sonhos talvez estejam sendo bastante otimistas."

Você está certo. O maior inimigo dos sonhos são os números. Então, vamos a eles. O Brasil tem hoje cerca de 40 milhões de pessoas empregadas formalmente na iniciativa privada. Seis em cada dez ganham até dois salários mínimos por mês. E quem ganha mais de 2500 reais por mês já faz parte da minoria mais bem paga. Menos de 20% dos trabalhadores estão acima desse nível salarial.

No caso do nosso ouvinte, um salário inicial razoável estaria por volta de 1500 reais. É isso o que as boas empresas estão pagando ao contratar alguém com curso superior e sem experiência anterior, para uma vaga inicial como auxiliar ou assistente. Em empresas de menor porte, o valor está mais próximo de 1000 reais por mês.

Agora vamos ao patamar mais alto, aquele em que são depositados os sonhos daqueles que estão começando. De cada cem profissionais, somente dois ganham mais que dez salários mínimos por mês. E apenas um em cada mil tem um salário mensal superior a cinquenta salários mínimos.

Se por um lado a probabilidade estatística do nosso ouvinte não conseguir chegar a esse nível seja de 99,9%, por outro lado, quem já chegou certamente também sonhou muito alto. Mas mostrou uma disposição incomum no campo prático, para superar a concorrência.

O único conselho que eu daria a nosso ouvinte é não esperar que esse salto, entre a realidade inicial e o sonho, seja dado rapidamente. Tão importante quanto sonhar é aprender a superar aqueles pequenos pesadelos, que também fazem parte de qualquer carreira.

Max Gehringer, para CBN.

No comments:

Blog Widget by LinkWithin