2012-12-10

'Gosto da minha empresa, mas não quero perder uma grande oportunidade' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 10/12/2012, com um ouvinte que recebeu uma proposta para mudar de empresa, mas gosta de onde está. O conselho do Max é: seja mais esperta que o seu superior e tente conseguir vantagens que ele não vai poder recusar depois.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Gosto da minha empresa, mas não quero perder uma grande oportunidade'

oportunidade de emprego

Uma aflita ouvinte escreve: "Estou com o coração na mão. Trabalho há nove anos em uma empresa. Gosto dela, me dou bem com todo mundo, nunca tive nenhum problema, mas recebi uma proposta para mudar, com um salário melhor. Quem me fez o convite foi um ex-gerente meu. Não quero sair daqui, mas também não gostaria de perder uma boa oportunidade. O que faço?"

Vamos lá. Eu tive que administrar alguns casos como o seu, durante a minha carreira. Mas eu me lembro de um em particular. Um dia, um subordinado veio me relatar a situação dele, que era muito parecida com a sua. E eu fiquei esperando que ele me pedisse para cobrir a oferta da outra empresa. Mas ele não fez isso. Ele disse que não queria sair e que não queria aumento e nem promoção, apenas que eu dissesse que estava satisfeito com o trabalho dele. Eu então respondi o que ele queria ouvir: que ele era um bom funcionário e que nós sentiríamos muito se ele saísse, mas ele é quem tinha que tomar a decisão sobre o melhor rumo a dar em sua carreira. Ele agradeceu e ficou.

Quando ele saiu da sala, eu pensei que nunca havia lidado com uma situação tão fácil. Mas na verdade, eu tinha acabado de assumir um compromisso moral, embora não tivesse feito nenhuma promessa. Na primeira oportunidade, propus a promoção dele. Se não fosse por aquela conversa, eu provavelmente não teria pensado nele como primeira opção para a promoção. Mas ele me pegou de jeito. Por não ter pedido nada, pelo menos de modo direto, ele acabou conseguindo até mais do que esperava.

Em resumo, ele soube ser mais esperto do que eu, por ter usado uma abordagem que eu não poderia nem criticar na hora e nem ignorar depois.

Max Gehringer, para CBN.

No comments:

Blog Widget by LinkWithin