2012-12-19

'Trabalho em uma empresa onde a rádio peão está sempre no ar' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 19/12/2012, com um ouvinte que trabalha numa empresa em que a rádio peão e a boataria correm soltas e ele quer fazer algo a respeito.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Trabalho em uma empresa onde a rádio peão está sempre no ar'

fofoca no trabalho boatos rádio peão

Um ouvinte escreve: "Trabalho em uma empresa em que a rádio peão está sempre no ar. Não passa um dia sem que surja algum rumor de demissão, de venda da empresa, de mudança na direção e por aí vai. Raros são os rumores que se materializam, mas mesmo assim, eles não param de surgir. E no primeiro momento, atemorizam e tiram a concentração dos funcionários. Podemos fazer algo a esse respeito?"

Bom, a empresa certamente pode. A boataria constante é o aviso mais evidente de que a empresa não está sabendo se comunicar com seus próprios empregados. Aí, na falta de notícias, o povo inventa. Porém, se a direção da empresa não vê motivos para evitar a boataria, cada funcionário deve cuidar de si mesmo.

Para o grupo dos tranquilos, a sugestão é ouvir e ignorar, sem passar adiante. Boatos falsos têm vida útil muito curta.

Para o grupo dos preocupados, a sugestão é pedir detalhes a quem vem contar o boato. Quem disse o quê? Quando? Naturalmente, boatos são transmitidos com sujeito indeterminado: "disseram, falaram, estão comentando". Duas ou três perguntas específicas já vão mostrar que o boateiro não tem muita noção do que está espalhando.

E para o grupo dos assustados, aqueles que acreditam em tudo o que ouvem, a sugestão é ir falar com o chefe. Um dia os chefes se cansam de tanto ter que desmentir rumores, que acabam propondo um sistema eficiente de comunicação interna.

Isso não vai eliminar os boatos, apenas permitirá que eles sejam desmentidos rapidamente, mas não instantaneamente. Porque qualquer boateiro sabe que se um boato for desmentido antes de ganhar força, isso é sinal de que a empresa está mesmo querendo esconder alguma coisa.

Max Gehringer, para CBN.

No comments:

Blog Widget by LinkWithin