2014-08-14

Como explicar um longo período de ausência no mercado de trabalho? - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 14/08/2014, sobre como explicar um longo período de ausência no mercado de trabalho.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

Como explicar um longo período de ausência no mercado de trabalho?

candidato a emprego

Tenho recebido muitas mensagens de ouvintes que passaram um período relativamente longo fora do mercado de trabalho. Há casos de mães que decidiram ficar em casa para se dedicar inteiramente à criação dos filhos. Há casos clínicos de acidentes, doenças ou tratamento de depressão. Há pessoas que ficaram estudando para concursos públicos e não conseguiram passar. Há quem tenha resolvido morar fora do país e decidiu regressar.

Todos esses ouvintes perguntam como explicar esse período de ausência em seus currículos. Mencionar o motivo do afastamento, como a maioria vem fazendo, ajuda ou prejudica?

Mais prejudica do que ajuda. Isso porque profissionais que avaliam currículos não são lá muito sensíveis em relação a situações pessoais. O trabalho deles é encontrar o candidato mais adequado para executar uma determinada função. E a preferência acaba recaindo sobre aqueles que tiveram uma carreira linear, sem interrupções.

Portanto, deixar um período em branco no currículo poderá despertar a curiosidade de quem irá avaliá-lo, se o resto do currículo for chamativo em termos de estudo e de experiência.

Mas, já sair declarando que, por exemplo, passou um tempo internado ou em tratamento psicológico ou dedicando-se a concursos, provavelmente fará com que o selecionador se desinteresse precocemente.

Portanto, explicações complicadas devem sempre ser deixadas para uma entrevista pessoal, quando a visão de um candidato saudável e motivado mostrar ao entrevistador o que as palavras escritas não conseguem mostrar.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin