2015-11-04

'Empresa piorou após viúva assumir o comando' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 04/11/2015, com um ouvinte que trabalha em uma empresa que piorou muito depois que a viúva do dono assumiu a direção da empresa.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Empresa piorou após viúva assumir o comando'

isabelita peron

Um ouvinte escreve: "Trabalho em uma empresa que vinha bem e sem problemas até o dono falecer. Quem assumiu a direção foi a viúva dele, que nunca trabalhou, não tem nenhum conhecimento sobre o negócio, mas mesmo assim decidiu que tinha condições de dirigir a empresa. Resultado: perdemos o foco, as decisões se tornaram difíceis e vagarosas, apareceram os tais poderes paralelos dentro da empresa, os resultados pioraram e eu não sei se fico ou se saio. O que você teria a me dizer?"

Bom, que na Argentina isso até tem um nome: Síndrome de Isabelita. Quando o ditador Perón, que havia sido apeado do poder, retornou a Argentina no começo da década de 1970 e se candidatou a presidente, ele colocou como vice de sua chapa, a própria esposa, Isabelita. Que assim como a viúva aí de sua empresa, não tinha nenhuma condição de governar um país.

Perón venceu a eleição e tudo poderia ter dado certo, se ele não tivesse morrido no meio do mandato. O resultado foi o caos. Isabelita assumiu, foi teleguiada por ministros que tinham suas próprias agendas e interesses, a inflação explodiu e a crise política se tornou insustentável. Como resultado, um golpe militar derrubou Isabelita e implantou uma das mais sangrentas ditaduras da história da América do Sul.

No caso aí da sua empresa, a situação é proporcionalmente bem menor, mas o desfecho tem tudo para ser igualmente ruim. Pelo sim, pelo não, eu sugiro que você comece, com a devida calma, a procurar outro emprego, antes que os inevitáveis boatos no mercado manchem o seu currículo.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin