2016-01-15

'Descobri que meu reajuste salarial era o adiantamento do dissídio' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 15/01/2016, com uma ouvinte que pensou ter ganhado um aumento real de salário, mas que era apenas um adiantamento do dissídio.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Descobri que meu reajuste salarial era o adiantamento do dissídio'

dissídio

Uma ouvinte escreve: "Faz quatro meses, pedi e recebi um reajuste salarial. Não era muita coisa, mas como esse foi o primeiro aumento por mérito que tive em dois anos de empresa, fiquei muito feliz e agradeci a meu superior pelo reconhecimento. Este mês a empresa aplicou a todos os salários o dissídio acordado com o sindicato.

E eu descobri, com surpresa e frustração, que o reajuste que me havia sido dado foi compensado no dissídio, ou seja, é como seu eu não tivesse recebido aumento nenhum, porque voltei a ganhar igual a meus colegas. É claro que fui reclamar, mas me foi informado que essa tem sido uma norma da empresa durante anos e que os empregados deveriam saber disso. Eu não sabia e pergunto se isso é legal?"


Bom, eu lhe recomendo ler com atenção o que está escrito no acordo de dissídio coletivo da sua empresa. Um representante do sindicato poderá ajudá-la a entender o que de fato foi combinado e o que está escrito.

O que a empresa fez no caso da compensação do seu reajuste não é ilegal, desde que isso tenha sido previamente negociado com o sindicato e registrado no acordo coletivo.

O fato de você descobrir isso da pior maneira mostra que existiu uma falha de comunicação, a começar pelo seu superior direto, que deveria ter lhe falado que o reajuste não era um aumento real, mas somente uma antecipação do seu dissídio.

De qualquer modo, não deixe de falar com o sindicato, que é igualmente responsável por manter os seus associados muito bem informados.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin