2016-01-06

Fase de frustração é normal na carreira? - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 06/01/2016, com um ouvinte que vive uma fase de frustração na sua carreira.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

Fase de frustração é normal na carreira?

frustração no trabalho

Escreve um ouvinte: "Estou nesta empresa faz três anos. Estou concluindo uma pós-graduação e sinto que a empresa não reconhece nem o meu trabalho e nem o meu esforço para estudar, tanto que o meu salário está abaixo da média do mercado. Nestes últimos meses venho prestando mais atenção a tudo o que acontece na empresa e muito pouco do que vejo me agrada: os chefes são fracos, não existe planejamento e muitos funcionários fazem o que querem, por ter bastante tempo de casa. Não sei se essa fase de frustração é normal na carreira ou se é indicativa de que o meu tempo nessa empresa já se esgotou?"

Bom, eu lhe diria que você só tem um problema, que é o seu salário. O que está acontecendo com você, acontece com muita gente em algum momento da carreira.

Ao concluir que mereceria estar ganhando mais, sem que a empresa tenha acenado com essa possibilidade, um funcionário insatisfeito começa a perceber outras coisas erradas, e cada uma delas conduz a outra, ainda maior.

E por que o funcionário não tinha notado nada disso antes? Porque ele ainda não estava insatisfeito com o salário ou com uma promoção que ele esperava e não veio. Se você recebesse um aumento, posso lhe garantir que a maioria dos problemas que você está vendo iriam desaparecer.

Portanto você precisa se munir de dados sobre o seu desempenho e perguntar a seu superior o que você precisa fazer para merecer um aumento. A resposta dele lhe indicará qual deve ser o seu próximo passo. Ou ficar, ou procurar, com calma, outras opções no mercado à altura do seu valor profissional.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin