2016-01-18

'Preciso citar a depressão para explicar minha ausência do mercado de trabalho?' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 18/01/2016, com uma ouvinte que ficou um ano sem trabalhar por causa de uma depressão e quer saber o que mencionar numa entrevista de emprego.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Preciso citar a depressão para explicar minha ausência do mercado de trabalho?'

mulher com depressão

Uma ouvinte escreve: "Estou retomando a minha vida profissional após ficar afastada dela por um tempo, para tratamento de uma severa crise de depressão. Estou curada e apta para retomar as minhas atividades pessoais e profissionais, mas tenho uma dúvida. Em entrevistas de emprego, devo mencionar o meu período depressivo para explicar porque passei um ano fora do mercado de trabalho e também porque levei seis anos para concluir um curso superior de quatro anos?"

Bem, se ninguém lhe fizer essas duas perguntas, não. Você não precisa mencionar nada a quem for entrevistá-la. É para isso que existe um exame médico admissional e ele determinará se você está apta a trabalhar.

É possível que o médico lhe pergunte se você teve algum problema recente. Nesse caso, você deve mencionar a depressão, porque o médico, melhor que ninguém, entenderá que isso acontece e que ex-depressivos não podem ser discriminados.

Agora, se por acaso, o entrevistador lhe perguntar por que você ficou um ano sem trabalhar, minha sugestão é que você não invente nenhuma história. Diga que você passou por um tratamento de depressão e que agora está perfeitamente sadia e capacitada a trabalhar. Só isso.

Não se preocupe em adicionar detalhes para tentar conseguir a simpatia do entrevistador. De modo geral, quanto mais um candidato estica uma explicação, mais se complica.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin