Incríveis imagens de teias de aranhas

Eu tenho que admitir que não sou grande fã de aranhas, em especial as caranguejeiras. Mas acho lindas as teias que elas tecem, tanto o material, as formas e padrões geométricos.

Algumas dessas teias, capturadas pelas lentes de fotógrafos, são praticamente arte. (Clichê eu sei), mas é arte da mãe natureza.

teias de aranhas incríveis fotos
teias de aranhas incríveis fotos (Homem-aranha não faz dessas.)

teias de aranhas incríveis fotos
teias de aranhas incríveis fotos (Teias de aranhas ao ar livre pegam muito orvalho, e em dias gelados, congelam.)

teias de aranhas incríveis fotos (O padrão geométrica dessa teia ficou espetacular, lembra aquelas imagens fractais geradas com computador.)

teias de aranhas incríveis fotos
teias de aranhas incríveis fotos (Eu é que não gostaria de andar por esse lugar. Filme de terror perde feio.)

teias de aranhas incríveis fotos (Wow!)

teias de aranhas incríveis fotos (A foto em preto e branco deu um aspecto de filme de terror noir, não?)

teias de aranhas incríveis fotos (3D. Me lembra daqueles gráficos em 2D simulando 3D, usados pra explicar a gravitação e a força que é exercida por grandes massas.)

teias de aranhas incríveis fotos (A arte da natureza e a sua artesã.)

teias de aranhas incríveis fotos (Olhai as teias nos campos.)

Mais fotos de belas teias de aranhas no Funtasticus - Amazing Spiderwebs. Vale e muito a visita.

Guerra de comida estilo matrix, a la Japão

9:28 PM by Andarilho

Olhem que legal esse vídeo, que foi dica da Lara. O vídeo é de um show de talentos japoneses, onde é mostrado uma "guerra de comida" entre um casal, ao som de Pretty Woman:



A técnica usada é a mesma do clássico vídeo mostrando uma partida de tênis de mesa estilo Matrix:



O que um fundo preto, roupas pretas, e muita criativade não fazem, não? Tudo isso via Japão. =)

Propaganda na escada rolante

Muito bem bolada essa propaganda para um restaurante de sushi, em um shopping:



Saiba mais no Blogcitário.

P.S. Se você não estiver conseguindo ver o vídeo, tente ver direto no youtube, neste link: http://www.youtube.com/watch?v=YI0KNgdXDqg

Fotos do 'Buns and Guns', o restaurante militar

4:11 PM by Andarilho

Em Beirute, um dos restaurantes mais frequentados é o Buns and Guns (em português seria Pães e Armas), um restaurante todo montado com temática militar.

O restaurante ficou bem conhecido aqui no Brasil, por causa de um episódio em que um repórter da Globo foi "sequestrado" enquanto fazia uma reportagem sobre o local.

Bem, veja algumas fotos do local:

(Logo na entrada, barricadas.)

(O restaurante tem sanduíches com nomes de armas, pratos inspirados em atos terroristas e refeições embaladas com papel camuflado.)

(O ambiente é decorado com reproduções de armas e munições e redes de camuflagem.)


(O 'Buns and Guns' é um sucesso, um dos restaurantes mais frequentados de Beirute - a cidade, não o sanduíche.)


(Os cozinheiros e atendentes ficam vestidos a caráter, todos de uniforme militar.)


(Amo muito tudo isso? Não, o lema aqui é Um sanduíche pode te matar - "a sandwich can kill you".)

Mais imagens do restaurante em Damn Cool Pics.

Uma demonstração explícita de 'puxa-saquismo' - by Max Gehringer

3:37 PM by Andarilho

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 29/09/2008, sobre um ouvinte que fez uma demonstração explícita do mais puro puxa-saquismo.

Áudio original disponível no site da CBN. (neste link)

/********************************************************************

Uma demonstração explícita de 'puxa-saquismo'

"Estou passando por uma situação muito chata", diz um ouvinte. "Há 3 meses, um novo gerente foi contratado para o meu setor. Em pouco tempo ele demonstrou ser um excelente chefe. Ele delega trabalhos, dá conselhos e ouve sugestões. Resolvi, como forma de agradecimento, mandar um e-mail para ele, elogiando as atitudes que ele havia tomado. Para minha surpresa, ele me chamou e me deu uma bronca. E pior ainda, não sei como, mas a história se espalhou e eu comecei a ser visto pelos meus colegas como puxa-saco. O que eu faço?"

Vamos pensar com calma.

Para começar, escrever um e-mail para um gerente cuja sala está a poucos metros de você, me parece um contra-senso. Quanto ao conteúdo da mensagem, elogiar o chefe direto por escrito, pelo bom trabalho que ele vem fazendo, é uma atitude que pode ser interpretada de diversas maneiras. Mas eu a interpretaria da mesma maneira que seus colegas. Foi uma demonstração explícita de puxa-saquismo. Mesmo que você tivesse tido a melhor das intenções.

E a bronca que você levou confirma a sua opinião de que seu gerente é muito correto e coerente. Um dia, em uma conversa, quando surgisse o assunto, você poderia elogiar indiretamente o gerente, por exemplo, fazendo uma menção positiva ao bom ambiente de trabalho. E de preferência, estando junto com outros colegas que pudessem confirmar a sua opinião.

Minha sugestão é que você não fale mais sobre esse fatídico e-mail com o seu gerente. Mas confesse, a cada um de seus colegas, que você pisou na bola, mas que pecou por ingenuidade, e não por estratégia. Evidentemente, eles entenderão melhor se você fizer essa confissão pessoalmente, e não por e-mail.

Max Gehringer, para CBN.

The Office - 5ª nova temporada

E essa semana começou mais uma temporada de The Office! =D

No primeiro episódio dessa temporada, Weight Loss, os trabalhadores do escritório mais conhecido da América estão envolvidos numa competição entre as filiais, para ver qual delas perde mais peso. O prêmio? Alguns dias a mais de férias!

(Todo mundo na balança!)

Tirando essa competição, que é o fio condutor do episódio (que se passa em 8 semanas, que é o tempo que dura essa competição), muitas novidades no episódio, bem como o amadurecimento de situações vistas anteriormente.

Mas não vou dar spoilers aqui...

Ok, vou dar um spoiler!

...

Sobre meu casal preferido, Jim e Pam.

Oficialmente noivos!!!

O pedido foi feito num restaurante no meio da estrada, embaixo de chuva, mas de qualquer maneira, muito romântico. =)







Oh, I just love them!

Espelhos com animes

Se você for otaku, tem pelo menos um motivo pra assistir Espelhos do Medo.

O diretor de cenografia do filme deve gostar de animes, ou ter um filho(a) que gosta. Porque o quarto do filho do protagonista Kiefer Sutherland é decorado com alguns adereços que fãs de animes devem reconhecer.

(No poster em cima da cama, você reconhece os personagens?)

(Dica: são da CLAMP, e fazem parte de um anime que começa com Tsubasa...)

(Sim, apesar de as vezes aparecerem desfocados, Shaoran e Sakura também estão no filme!)

(Não é só Tsubasa que tem poster. Algumas das alunas de Negima também estão lá.)

Filme: Espelhos do Medo

9:52 PM by Andarilho

Espelhos do Medo (ou Mirrors no original), filme que segundo as expectativas deve estrear semana que vem por aqui (mas que eu já assisti via torrents), é mais um filme de terror americano baseado em um filme de terror oriental, neste caso, o filme coreano Geoul sokeuro.


A sinopse é a seguinte: Kiefer Sutherland (a.k.a. Jack Bauer), agora é Ben Carson, um ex-policial com problemas com remédios e álcool, devido a um incidente em que ele matou uma pessoa. Estando separado da sua família e momentaneamente morando no apartamento de sua irmã, ele tenta reconstruir a sua vida.


Para isso, ele acaba trabalhando como vigia noturno num velho Shopping Center abandonado e em ruínas (que sofrera um incêndio há alguns anos), mas que paradoxalmente mantém diversos espelhos bem conservados por dentro. Logo depois de começar a trabalhar ali, Ben começa a ter visões, sempre relacionados com espelhos e reflexos. E essas visões, como você espera de um filme de terror, são o primeiro passo para gritos, sangue e meeeedo.


Ok, nem tanto medo assim. Mas devo admitir que faz tempo que eu não assistia a um filme de terror "sincero". Sim, sincero, pois o filme tem tudo o que você espera de um filme do gênero, e tirando uns dois exageros visuais e algumas falhas no roteiro (que a gente releva, afinal é filme...), é um filme que vale a pena ser visto.

Espelhos do Medo tem sustos, mas não são aqueles sustos artificiais, criados com truques de edição e de som, mas sim, situações assustadoras. Neste quesito, faz tempo que eu não vejo um filme que explora essas situações sutilmente assustadoras, como um reflexo errado no espelho, e não apenas gritos ou sons altos partindo do nada. Não que o filme não tenha gritos, mas eles estão ali no lugar certo, sem apelação.


Visualmente, o filme é muito bom. Não considerando as cenas gore que são praticamente padrão nesse tipo de filme, a fotografia é bela e bem planejada, explorando as vezes sutilmente, as vezes brutamente, o mote principal, espelhos e reflexos. Mais ainda os reflexos, que estão por todo o filme (e que deve ter dado dor de cabeça pro diretor de fotografia).

E bem, as cenas gore são... gore! Muito sangue e talvez uma ou outra cena que impressione as pessoas mais sensíveis. Mas nada com que os fortes não consigam sobreviver. =P

(As vezes você vai, mas o seu reflexo fica.)

Em termos de história, nada muito original. Mas ela é bem conduzida, tirando um deslize ou outro (por exemplo, logo no início do trabalho é dito que o Shopping não tem eletricidade, mas vemos depois que isso não é verdade).

(A solução estilo Jack Bauer - atire primeiro, pergunte depois - não funciona no filme.)

Em suma, o filme é legal, mas não vai mudar a vida de ninguém, nem entrar pra uma lista dos "10 mais". Mas é um tipo de filme que eu há muito tempo não assistia: um filme honesto.

Trailer do filme:


Mais imagens (algumas que podem ser consideradas fortes) e mídias de Espelhos do Medo no Boca do Inferno.

Ah, e a título de curiosidade, se você for fã de animes, não deixe de ver alguns que aparecem no filme.

Mude seu rosto sem cirurgia plástica

4:25 PM by Andarilho

- Espelho, espelho meu, tem alguém mais belo(a) do que eu?
- Sim, um monte de gente. Você não está nem perto do padrão de beleza...

Todo dia, a maioria das pessoas deve receber a mesma resposta do espelho (nem tão encantado assim). Isso é normal, uma vez que nem todos obedecem aos padrões de beleza da sociedade em que vivem.

(Nem todo mundo tem um espelho assim, em casa.)

E normal também é querer mudar, para ficar mais bonito(a). Mas, até que ponto perseguir um ideal de beleza é válido? Até onde você iria, o que faria para ser, ou parecer, mais belo(a)? Algumas pessoas acham que fazer uma cirurgia plástica é extremamente normal, até natural, enquanto outras acham que esse já é um passo exagerado demais.

Pois bem, no Japão, se a pessoa estiver insatisfeita com o rosto, mas achar que uma plástica é demais, pode tentar esses produtos "revolucionários", ao melhor estilo (na minha opinião) Organizações Tabajara: Kogao Meiku Beruto (em português, algo como Cinto para Fazer o Rosto Pequeno).


Pois é, agora se você acha que tem um rosto grande demais, ou acha que tem bochechas muito grandes, pode testar o produto japonês, que o fabricante garante que suas medidas se reduzirão, apenas usando o produto enquanto você dorme.


Bem, não dá pra negar que os padrões de beleza japoneses são bem diferentes, e que por lá, quanto menor ou mais recatado, parece ser melhor. (Eu não compartilho da opinião nipônica, eu por exemplo adoro as bochechas da Mirian.)

Não ache que só mulheres têm problemas com a imagem. Se você for homem, se a sua boca for demasiadamente grande, talvez fiquem com a impressão de que você é um glutão (¬¬). Se esse for o seu caso, pode experimentar este produto da Tex Mex, o Slim Mouth:



Agora você já sabe. Antes de fazer uma cirurgia plástica, confira antes se os japoneses não lançaram um treco para remodelar o seu rosto. =P

Fonte: Trends in Japan: Face shaping tools hit the shelves for self-change.

Segredos do escritório

PostSecret é um blog/projeto artístico em que as pessoas enviam, anonimamente, segredos para o site, via cartões postais pelo correio.

Todo domingo, no PostSecret, são postados diversos segredos e confissões.

Bem, domingo passado foi postado este segredo aqui:

(Eu realmente prefiro ver Jim e Pam juntos do que encontrar a minha própria alma gêmea.)

Provavelmente o cartão foi postado antes da quarta temporada de The Office, pois na quarta temporada Jim e Pam finalmente ficam juntos. =)

Bem, agora a pessoa já pode encontrar a sua alma gêmea sossegada. =P

Credibilidade na carreira - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 26/09/2008, sobre credibilidade e os pilares que a sustentam.

Áudio original disponível no site da CBN.

/*********************************************************************

Em vez de um conselho, ofereço uma palavra: credibilidade

"Estou começando a minha carreira", diz uma jovem ouvinte de 18 anos, "e gostaria de ouvir um conselho seu, que eu pudesse usar em todos os momentos da minha vida profissional".

Vamos simplificar mais ainda. Em vez de um conselho, vou lhe oferecer uma palavra: credibilidade. O grau de sucesso de um profissional liberal ou de um empregado do setor privado, depende diretamente de quanto as pessoas acreditam nele. As carreiras empacam no exato ponto em que colegas ou superiores perdem essa confiança.

Mas é importante a nossa ouvinte não confundir credibilidade apenas com sinceridade. Ser sincero é um dos pilares que sustentam a credibilidade, mas não é o único. Há outros dois.


O segundo é o conhecimento. É preciso que você demonstre que possui plenas condições técnicas para fazer o seu trabalho. E isso significa nunca deixar de estudar, de aprender, de se atualizar e se aperfeiçoar.

E o terceiro pilar é a execução. O profissional adquire credibilidade ao fazer mais do que se espera dele, em termos de tempo e de objetivos. Essa capacidade de executar bem é que faz a fama de profissionais que dão a impressão de serem capazes de resolver qualquer problema que lhes for passado, e sem necessidade de cobranças superiores durante o processo.

Finalmente, é bom que a nossa ouvinte tenha em mente que ser uma profissional com credibilidade não significa que todo mundo irá concordar com ela, o tempo todo. E no início da carreira, poucas pessoas estarão dispostas sequer a escutá-la. Por isso, e para começar a merecer a confiança geral, ela deve prestar muita atenção ao terceiro pilar: o da execução.

Max Gehringer, para CBN.

Pam & Jim

Acabei de assistir ao último episódio da quarta temporada de The Office, e agora estou ansioso pela próxima temporada, que deve começar logo logo (hoje vai ao ar nos States, amanhã provavelmente já irei pegá-lo via torrent).

Mas, enquanto isso, umas cenas do meu casal preferido de todas as séries, Pam e Jim, no último episódio da quarta temporada, na festa de despedida do Tobby (em que o Jim quase faz o pedido de casamento a Pam):




Assistir a The Office é uma das poucas coisas que têm feito a vida valer a pena. Tirando, claro, as tortinhas de limão.

Auto defesa muito japão

6:44 PM by Andarilho

Eis um pequeno manual de auto-defesa japonês, que pelas imagens, parece como diz o Karuzo, Muito Japão.

Meu japonês iniciante não consegue ler nada do que está escrito, mas as imagens são auto-explicativas.

Como chutar a bunda de um chato que quer te esganar, em oito simples passos:

(Se alguém vier mirando no seu pescoço, se abaixe, já se preparando...)

(...pro shoryuken de cabeça!)

(Dê a tradicional joelhada nas partes sensíveis do seu oponente...)

(...e aproveite quando ele se curvar, pra meter o cotovelo na nuca do infeliz!)

(Finalize tudo com uma joelhada no queixo.)


(Com o cara caído, não se esqueça de chutar o desgraçado.)

Esses movimentos me pareceram de Muay Thai, ou boxe tailandês, com muita joelhada e cotovelada.

De qualquer maneira, só use em última instância, de preferência fuja e chame um guarda, hauhauhauha.

Via Damn Cool Pics.
Blog Widget by LinkWithin