2013-01-16

'Falta de ambição não pode levar a acomodação' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 16/01/2013, sobre ambição e acomodação na carreira.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Falta de ambição não pode levar a acomodação'

dormindo na mesa

Um ouvinte escreve: "Tenho 38 anos e confesso que nunca tive grandes aspirações em minha vida profissional. Jamais me passou pela cabeça chegar a uma função gerencial. Tenho um emprego que me permite viver com relativo conforto, dentro de minhas posses e sem nenhum exagero. E limito meus gastos ao que ganho e por isso não tenho dívidas. Só que muita gente vive me dizendo que, se eu perder esse emprego, não vou conseguir outro igual, porque o mercado de trabalho vem mudando rapidamente e há muitos profissionais por aí que estudaram mais do que eu e estão dispostos a ganhar menos do que eu ganho. Não vejo a coisa com esse pessimismo, mas gostaria de ouvir a sua opinião."

Bom, primeiro, você não é uma exceção. De cada dez pessoas que entram no mercado de trabalho, oito não atingirão cargos gerenciais durante a carreira. Se você tivesse 20 anos, provavelmente acreditaria que poderia ser um daqueles dois que escalarão o organograma até o topo. Mas, quando um profissional se aproxima dos 40 anos, como é o seu caso, o que passa a orientar a carreira é mais a segurança dos que os riscos.

Dito isso, você deve considerar o fato de que a falta de ambição não pode levar a acomodação. Você ainda é muito novo para achar que os próximos vinte anos serão iguais aos últimos vinte. Pode acontecer que você venha a ter um chefe que avalie que você é bom no que faz, mas que alguém mais qualificado faria ainda melhor.

Minha sugestão é que você não deixe de estudar, de se atualizar e de fazer cursos rápidos correlatos a sua área de atuação. É isso que seus colegas estão tentando lhe dizer e eles têm razão. De resto, eu lhe cumprimento pelo bom senso demonstrado até agora na condução de suas finanças pessoais. Nesse aspecto, você tem sido uma exceção.

Max Gehringer, para CBN.

No comments:

Blog Widget by LinkWithin