2013-01-21

'Quais as condições em que faz sentido rebaixar o salário?' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 21/01/2013, com as condições em que faz sentido rebaixar o salário na busca por um novo emprego.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Quais as condições em que faz sentido rebaixar o salário?'

salário mínimo

Escreve um ouvinte: "Fiquei desempregado faz dois meses e as poucas ofertas que venho recebendo estão abaixo da faixa salarial que eu tinha. Pergunto: quais são as condições em que faz sentido rebaixar o salário?"

Respondo. Há três situações em que isso seria aceitável:

Primeira: o seu salário estava acima da média do mercado. Eu conheço empresas, e não são poucas, que num momento de empolgação por lucros altos, concederam aumentos para valorizar os funcionários e melhorar o clima interno. Tempos depois, quando a empolgação começou a ficar cara, houve a substituição por profissionais equivalentes, mas com salário menor. Num caso assim, você não estaria sendo desvalorizado. Estaria simplesmente retornando a uma situação normal de mercado.

A segunda situação é a da oportunidade. Uma empresa pode lhe oferecer um salário mais baixo, mas o porte dela e o histórico recente de crescimento, permitem supor que dar um passo atrás poderá ser compensado em médio prazo com uma boa possibilidade de dar dois passos a frente.

E a terceira situação é a mais penosa. Nosso ouvinte pode até estar seguro de que encontrará um emprego com um salário semelhante ao que tinha, mas não dispõe de recursos financeiros para aguardar até que isso aconteça. Entre deixar que as contas domésticas estourem e escapem do controle, ou aceitar um salário aquém do desejado, a segunda opção permite manter as finanças em equilíbrio e continuar a procurar um emprego mais condizente. Essa é uma explicação que qualquer selecionador entenderá em futuras entrevistas de emprego.

Max Gehringer, para CBN.

No comments:

Blog Widget by LinkWithin