2013-05-03

Não exagere nas explicações sobre funções no currículo - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 03/05/2013, sobre as explicações no currículo de funções que o candidato exerceu.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

Não exagere nas explicações sobre funções no currículo

currículo

"Tenho uma dúvida com relação a meu currículo", um ouvinte escreve e explica: "Eu tenho colocado nele explicações sobre as funções que desempenhei. E detalhes numéricos dos resultados práticos que obtive. Como passei por várias funções diferentes em várias empresas, tenho a impressão de que essas explicações mais confundem do que ajudam a quem for avaliar o meu currículo. Qual seria a melhor solução?"

Vamos primeiro considerar que você esteja mandando o seu currículo para se candidatar a uma função específica, uma das várias que você já desempenhou. Nesse caso, mantenha as explicações detalhadas relativas àquela função e limite as demais a duas linhas, já que elas não seriam o foco do contratante.

Já no caso de você enviar um currículo para se candidatar a várias funções possíveis, o fato de você ter tido uma experiência eclética pode funcionar a seu favor. Muitas empresas veem nisso um fator positivo de adaptação, desde que você não tenha sido demitido pela maioria das empresas em que trabalhou.

Porém, não exagere no tamanho das explicações. Comece mencionando a sua função e o título do seu chefe direto. Para quem for ler, fas muita diferença saber se você era subordinado a um diretor ou a um supervisor. Em seguida, relate em frases curtas a sua rotina diária. Por exemplo: "comprador de materiais de escritório".

Quanto aos resultados práticos obtidos, é melhor você esperar para fornecê-los em uma entrevista. Até porque selecionadores tendem a duvidar, e geralmente com razão, de números muito expressivos que são colocados em currículos.

Max Gehringer, para CBN.

No comments:

Blog Widget by LinkWithin