2013-05-28

'Tenho 44 anos e estou preocupado se minha idade virou um empecilho para me recolocar no mercado' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 28/05/2013, com um ouvinte que foi diretor e agora está com dificuldades para conseguir se recolocar no mercado de trabalho.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Tenho 44 anos e estou preocupado se minha idade virou um empecilho para me recolocar no mercado?'

executivo

Um ouvinte escreve: "Faz seis meses, deixei uma empresa na qual ocupava um cargo de diretoria. Sou engenheiro, tenho pós-graduação e por isso, imaginei que não seria difícil me recolocar. Mas ainda não consegui e já entrei na fase da preocupação. Estou com 44 anos e pergunto se a minha idade poderia estar sendo um empecilho."

Não! Muito pelo contrário. É exatamente nessa faixa etária que diretores atingem aquele equilíbrio entre utilização de energia e aplicação de sabedoria.

Eu imagino que o nosso ouvinte esteja buscando outro cargo de diretoria, semelhante ao que ocupava antes em termos de salário e de porte de empresa. Esse é o primeiro empecilho: não há uma corrida no mercado para a contratação de novos diretores e nem mudanças frequentes de uma empresa para outra.

O segundo empecilho pode ser, e não estou afirmando que seja, no caso do nosso ouvinte, a atualização. Não são todas as empresas que incentivam e financiam cursos frequentes para os seus diretores.

E o terceiro empecilho, que parece estar afetando o nosso ouvinte, é a falta de uma rede eficiente de contatos, que ele poderia ter mantido durante os seus anos de diretoria. Neste momento, uma indicação direta para uma vaga poderia fazer uma grande diferença.

Como se vê, diretor também sofre na hora de procurar emprego. Caso fique mais um par de meses sem receber propostas, o nosso ouvinte precisará avaliar se valeria a pena aceitar um emprego em um nível mais baixo e com um salário menor. Como essa seria uma decisão indigesta, outra opção seria se tornar consultor autônomo. Muitos dos bons consultores atuais são ex-diretores de empresas. E alguns certamente passaram pela mesma situação que o nosso ouvinte está passando agora.

Max Gehringer, para CBN.

No comments:

Blog Widget by LinkWithin