2013-05-29

'Recebi um convite de outra área da empresa, mas não sei como abordar isso com meu chefe' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 29/05/2013, com um ouvinte que recebeu uma proposta para mudar de departamento dentro da empresa e quer saber como abordar isso com o chefe.

Áudio original disponível no site da CBN (link aqui). E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

'Recebi um convite de outra área da empresa, mas não sei como abordar isso com meu chefe'

trocando empresa

Um ouvinte escreve: "Recebi um convite para mudar para outro departamento em minha própria empresa. A nova função é interessante e o meu ver, oferece melhores oportunidades do que a minha função atual. A questão é que tenho somente oito meses de casa e este é o meu primeiro emprego. Pergunto: como posso abordar esse assunto com o meu chefe, sem prejudicar a minha imagem e o meu futuro dentro da empresa?"

Bom, é simples. Você não deve abordar o assunto com o seu chefe. Quem deve fazer isso é o chefe do departamento que está interessado em sua transferência. Essa precisa ser uma conversa de chefe para chefe, exatamente para evitar que o funcionário envolvido se desgaste. Quando essa conversa ocorre, não é raro que o funcionário só fique sabendo do desfecho da situação quando o assunto já está encerrado, e sem que ninguém tenha perguntado o que ele preferiria.

Nesse caso o funcionário teria direito a alguma compensação? Legalmente, não, já que ele foi contratado para uma função e está recebendo pelo desempenho dela. Mas, profissionalmente, teria. Se ele é tão bom que não pode ser cedido a outro setor da empresa, no mínimo ele deveria ser informado de que há planos para ele no próprio departamento em que atua.

Então, o nosso ouvinte deve aguardar e torcer por três coisas: um bom diálogo entre os dois chefes envolvidos, um chefe direto que não vá segurá-lo apenas por egoísmo profissional e uma discussão sobre o seu futuro caso a transferência seja negada.

É assim que boas empresas funcionam. E é assim que todas deveriam funcionar.

Max Gehringer, para CBN.

No comments:

Blog Widget by LinkWithin