2015-01-30

Aprenda a ser Chefe: Não fique remoendo suas dúvidas em caso de não conseguir uma promoção - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 30/01/2015, com a série "Aprenda a ser Chefe", sobre o que fazer quando não conseguir uma promoção que parecia certa.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/===================================================================================

Aprenda a ser Chefe: Não fique remoendo suas dúvidas em caso de não conseguir uma promoção

funcionário triste

Existem funcionários que parecem ter tudo o que a empresa em que trabalham, espera de um chefe, a saber: formação escolar, experiência, espírito de equipe, liderança e bom relacionamento. Mas apesar de tudo isso, eles nunca foram promovidos. Pior: colegas que pareciam não ter tantos predicados é que foram promovidos.

A reação natural de quem foi preterido é a de levantar dúvidas quanto à lisura das promoções, ou de se sentir perseguido ou atribuir o infortúnio ao azar.

Na maioria dos casos, não é nada disso. O que está errado é a auto-avaliação que o profissional fez. Com o passar do tempo e após receber vários sinais positivos e juntar todos eles, o profissional se convence de que não existe nada de negativo ou faltando em sua postura e em seu desempenho.

Porém, o simples fato de não ter sido promovido sem que o superior imediato lhe explicasse porquê, já significa que o profissional sequer figurou na lista dos potenciais candidatos à promoção. Se tivesse sido considerado, certamente ouviria do superior alguma coisa do tipo: "Não fique frustrado, porque não foi dessa vez, mas outras oportunidades irão aparecer".

Quem se vê numa situação assim, antevendo algo que não se materializa, não pode ficar remoendo as suas dúvidas: precisa ir conversar com o superior. Não para pedir explicações por não ter sido considerado no processo anterior, mas para perguntar o que precisa fazer para ser considerado no próximo.

Nessas conversas, quase sempre o profissional ouve que é bom no que faz, mas não está conseguindo transmitir a certeza de que seria tão bom se subisse um degrau. E aí, ao ouvir o que está faltando, o profissional não deve discutir, nem tentar convencer o superior de que não é bem assim. Deve mostrar, na prática, nos meses seguintes, que entendeu a mensagem.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin