2016-09-14

'Como colocar duas graduações no currículo sem parecer que estou perdida?' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 14/09/2016, com uma ouvinte que se formou em ciências contábeis e depois resolveu mudar para educação física.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

'Como colocar duas graduações no currículo sem parecer que estou perdida?'

trocando de curso

Uma ouvinte escreve: "Formei-me em ciências contábeis, estagiei em uma empresa, mas não gostei e comecei a cursar educação física. No currículo, como coloco essas duas formações sem dar a impressão de que não sei o que quero na vida?"

Bom, ter duas graduações diferentes ajuda, desde que uma adicione a outra algum elemento que será útil no desempenho de uma função. Por exemplo, fisioterapia e educação física ou ciências sociais e psicologia.

No caso que você mencionou, eu não consigo ver nenhuma conexão, mas talvez você encontre uma. E se encontrá-la, deve enfatizá-la ao montar o seu currículo.

Para os nossos ouvintes que tenham começado ou completado um curso, e depois optado por outro não afim, o melhor é colocar no currículo apenas o curso que tenha relação com uma vaga pretendida. A história do primeiro curso poderá ser relatada verbalmente, em uma entrevista.

Mas voltando ao seu caso. Você deve, o mais rapidamente possível, se candidatar a um estágio. Dou-lhe esse conselho porque você está optando por uma área, educação física, em que o número de vagas oferecidas é menor do que o número de formandos. E isso poderá dificultar o seu ingresso no mercado de trabalho.

Mas eu espero que você consiga. E finalmente, um dia, você ainda verá vantagens em ter concluído duas graduações diferentes, porque a primeira pode estar sendo abandonada agora, mas não estará perdida para sempre. E você, talvez, ainda possa utilizá-la no futuro.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin