2016-09-27

'Sou obrigado a aceitar transferência do escritório da empresa em que trabalho?' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 27/09/2016, com um ouvinte que trabalha numa empresa que está mudando de prédio para economizar custos.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

'Sou obrigado a aceitar transferência do escritório da empresa em que trabalho?'

mudança de escritório

Um ouvinte escreve: "Para reduzir custos operacionais, a empresa em que trabalho está transferindo os seus escritórios para um prédio menor, na mesma cidade. Fomos convidados a visitar o prédio e eu saí meio assustado. Embora se localize na mesma cidade, fica mais na periferia. E por ser bem menor que o atual, vai nos obrigar a trabalhar uns colados aos outros.

Pergunto se sou obrigado a aceitar essa transferência ou se a empresa é obrigada a me demitir sem justa causa, caso eu não aceite? Pergunto também se é obrigação da empresa pagar um adicional para os que aceitarem a transferência?"


Legalmente, a resposta é não para todas as suas questões. Numa mudança para a mesma cidade, é direito da empresa fazer tudo o que a sua está fazendo.

A única brecha a favor do empregado seria o fato de ele ser obrigado a mudar sua residência em função da mudança da empresa. Para evitar isso, algumas empresas costumam oferecer transporte para evitar que o empregado tenha que assumir custos extras. Mas isso só ocorre se a cidade for muito grande, caso de apenas uma dúzia em todo o país.

Se você não aceitar a transferência, a empresa teria o direito de rescindir o seu contrato. Mas na maioria dos casos, a demissão é feita sem justa causa, para que um transtorno não seja somado a outro.

Minha sugestão: aceite mudar e comece a procurar outro emprego. Porque fazer isso estando desempregado seria um mal maior.

Max Gehringer, para CBN.


No comments:

Blog Widget by LinkWithin