2018-04-04

'Vale a pena ir para empresa menor por um salário maior?' - by Max Gehringer

Transcrição do comentário do Max Gehringer para a rádio CBN, do dia 04/04/2018, com um ouvinte que recebeu uma proposta para ganhar quase o dobro do que ganha atualmente, mas em uma empresa de menor porte.

Áudio original disponível no site da CBN. E se você quiser ler os comentários anteriores do Max Gehringer, publicados aqui, basta clicar neste link.

/==========================================================================

'Vale a pena ir para empresa menor por um salário maior?'

contrato de trabalho

Um ouvinte escreve: "Tenho 43 anos e ocupo um cargo de alta gerência em uma empresa de grande porte. Estou aqui faz 13 anos e sempre me considerei satisfeito no geral, embora não muito bem pago pelo que faço.

Acontece que fui sondado por uma agência de recrutamento de executivos, que me acenou com quase o dobro do que eu ganho atualmente, para que eu ingressasse em uma empresa nacional, de estrutura bem menor do que a minha, para que eu implantasse nela, o trabalho que eu faço aqui. É claro que o salário me atrai, mas não sei bem o que mais ponderar para tomar a decisão certa."


Vamos lá. O risco que você corre é o de a empresa menor querer contratá-lo pagando um valor muito acima do mercado, para que você implante os processos de sua especialidade, e depois de algum tempo, substitua você por alguém mais barato, que só dará continuidade operacional ao seu trabalho.

O que você pode fazer é propor um contrato mínimo de 3 anos. Se for demitido antes disso, você receberia toda a diferença. Uma proposta assim, seria vista como um sinal de desconfiança pela direção da empresa menor? Talvez sim, mas esse é um problema dela, e não seu. O seu problema é se resguardar profissionalmente.

Além disso, se lhe foi oferecido um salário tão elevado, é porque não há muita gente no mercado capaz de fazer o que você faz. Portanto valorize-se. E se a sua proposta for aceita, sugiro-lhe investir metade do que você for ganhar, para se garantir financeiramente.

Max Gehringer, para CBN.


Nenhum comentário:

Blog Widget by LinkWithin